20.3.09

À solta

imagem: google
Esta semana, andou uma vaca brava à solta pelas ruas de Samora. Após ver as vistas, decidiu colher duas idosas e continuar viagem. A notícia espalhou-se e pouco tempo depois, lá se formou um grupo de forcados de emergência que, com arte a aprumo, fez uma pega à bicha, levando-a de volta à herdade de onde pertencia. Só quem não é da zona é que não se ri com esta notícia. Eu ia-me desmanchando. É de lamentar que alguém se tenha aleijado no meio da coisa, mas aquelas duas idosas acabaram de ganhar todo um novo respeitinho por parte do resto do pessoal. Há algo de místico em se ter entrado em contacto com aquele tipo de bicho (mesmo que a coisa não tenha piada nenhuma). Ninguém goza, ninguém faz pouco. É assunto sério e respeitado. Segundo se sabe, as senhoras foram levadas para o hospital e encontram-se bem de saúde, sem mazelas de maior (ou que não sejam recuperáveis). Tirando a parte em que as idosas ficaram meio mal tratadas, a ideia de haver uma vaca taurina à solta nas ruas daquela vila é motivo de alegria, risota e contentamento geral. Dêem bichos bravos às gentes de Samora e tudo ganha uma aura diferente. E tudo serve de desculpa para se largar um touro… tudo (até o carnaval há uns anos…) Em primeiro lugar, as vacas bravas não são levadas muito a sério. Assistam a uma largada de vacas (vacada) em Samora e vejam porquê. Há cerca de dois anos, durante a semana Taurina, decidiram largar uma data de vacas já a altas horas para terminar uma sessão com Touros a sério. Quando as vacas entraram no Calvário (o melhor sítio do Ribatejo para se realizarem largadas), desatou-se tudo a rir. É a reacção normal. As pessoas riem-se. Eram duas, pequenas, ariscas e saltitonas. É claro que não tardou em haver quem as decidisse pegar. O senhor que faz o relato das largadas (ahhh pois é… temos relato da coisa em directo, com piadas foleiras – “E lá vem o Zequinha a fazer os 100 metros barreiras à frente do touro! Corre rapaz! Ahhh grande atleta!! Uma salva de palmas para o Zéquinha!” ou então "Oh Tó Manel, tu sais daí?! Vou dizer à tua mãe que andas aí feito parvo! Sai daí, rapaz! Ai!" - e avisos úteis ao pessoal – “Olhem aí! O Touro está na rua 1º de Janeiro… não… não Rua Estreita… não… esperem… vem aí! Olhem aí!!” - as colunas espalhadas pela vila permitem ouvir tudo quanto se passa…) lá se chateou com todos e só dizia “Larguem a vaca! Larguem as vacas, pá! Vocês, pá! Não sabem brincar! Larguem as vacas!!”. Quanto mais ele ralhava, mais nos riamos. Quanto mais irritado ficava, mais eram as pessoas (gajos) que se reuniam para, à vez, fazerem pegas às bichanas. A vacada durou 10 minutos. Decidiram recolher as canitas como castigo à população. Foi muito giro ver centenas de pessoas numa sessão de riso colectivo, batendo palmas e gritando Olés! sempre que alguém fazia uma faena às bichas… De qualquer das formas, para além das vacas não serem levadas muito a sério (a não ser que sejam grandes… aí só largam uma e a coisa muda de figura…) é mais “fácil” brincar com elas do que com o equivalente masculino. Aquela coisa de se entrar em contacto com um bicho desta estirpe é mais fácil com uma vaca…
Até já eu, há uma data de anos, numa brincadeira numa herdade lá em Samora, me atirei para cima de uma vaca depois de ter sido pegada e estar bem imóvel por baixo de sei lá quantas pessoas. Lá fui eu a correr, e pimba! Eu já peguei uma vaca! (não interessa em que condições foi executada a proeza…). Cheiram mal e têm o pelo muito áspero… Mas de resto, simpáticas. Estava eu a dizer que esta coisa de se ter uma vaca à solta é motivo de alegria e folia (se fosse um touro… não. Aí não havia grupo de forcados de emergência…) e rio-me do caso porque é coisa meio insólita que deixa o pessoal bem-disposto. Só em Samora se cria um grupo de forcados de emergência para resolverem um caso destes. Ahhh gente brava! Entre os fins-de-semana do 25 de Abril e o 1º de Maio vai haver mais uma edição da Semana Taurina de Samora (também conhecida pela Feira de Samora). Cá prá mim, a vaca à solta foi uma acção de marketing dos organizadores… Olés para vocês. Bom fim-de-semana, minha gente. Bom fim-de-semana.

48 comentários:

Vitor disse...

Eu adoro vacas...
É das festas que mais me diz, soltar uma animal desses e curiosos e valentes rapazes juntarem-se para amansar a bicha. Eu, rapaz que gosta da festa e de tudo o que lhe diga directa ou indirectamente respeito, já tive anos em que me dedicava a correr à frente delas. Depois comecei a ficar mais consciente e sem possibilidades de correr atrás delas dediquei-me a esperar que elas corressem.
Eu adoro vacas.
Mas não gosto de botas brancas de cano alto!

s disse...

Eu gosto mais das vacas em versão "bife"!

Beijoca e Bom fim-de-semana.

Vitor disse...

S. - Não me digas que desprezas as vacas que falam em Português.
Xenofoba!

s disse...

Vitor
Gosto mais delas no prato!!
Como também gosto de porcos e galinhas!
Não faço distinções!!

Me disse...

VitÁro,
Ahhh rapaz. tu e esse carocadilhos do taraças...
Eu gosto de vacas, porra. E quanto mais branco e alto o cano, melhor!
Dão-me bom aspecto... fico mais apetecível... mais inteligente, até... mais fashion... mais tudo. Adoro vacas!
Sabes que 'tás convidado para a folia, certo? Acho que as Vacas vão gostar de ver Macho a sério, capaz de as fazer dar piruetas no ar e tudo...
:P

S,
Eu não. Não como carne de vaca... nem de boi... nada disso. Dessa carne com cornos, não gosto.

Beijos e bom-fim-semana, linda!

VitÁro,
A produção nacional de facto, por vezes, em nada pode competir com as "bifes"... se houvesse escala internacional para a coisa... UI!
(mas tu gostas delas assim, xtranjeiras, o que é que se há-de fazer...)

Gata2000 disse...

Me - Para o Vitor hà uma escala internacional para as vacas! Se queres que te diga até eu já fiz parte do jurí, mas isso vem de outros carnavais! Quanto à vacada, aqui hà uns 3 anos atrás fui para as festas de Salvaterra, porque é onde o meu sogro mora e porque temos lá amigos. Adorei ver a coragem, a valentia e op desapego com que os jovens e os não tão jovens se atiram para dentro da "arena", visivelmente alcoolizados, e como de repente ficam sobriamente conscientes de que os "bichos" vêm a caminho e que o melhor é correr pela sua vida! Como eu gosto de MACHOS LATINOS!

Vitor disse...

MÉ - Xtrangeiras ou mais ou menos!
A partir do 5 Rum, tudo me parece uma lingua estranha!

E quanto ao convite, lá estarei e até levo os pêlos no peito para o cenário!

Vitor disse...

S. - Tens boa boca portanto!

Anónimo disse...

Ah pois é amiga sendo nos de Samora não queremos outra coisa se não festas taurinas, dá nos logo outra vida, a vontade de andar na rua,de manhã à noite, de fazer as nossas directas;), as pessoas andão todas com espirito festivo, alegres, a população junta se toda no mesmo local, vêsse gente que não se via ha anos e nos sabemos que é nessas alturas que as vamos encontrar e sempre nos locais habituais quando ha estas festas!
E é uma grande verdade que este tipo de fugas já não é a primeira vez que acontece na nossa santa terrinha e é sempre motivo de alegria, mesmo que não seja em recintos fechados, lembro me que para ai a 3 anos na passagem de touros pela nossa avenida fugiu um toiro para o mais conceituado condominio da terra, ah pois é até os toiros gostam de ser finos! hehe
E a sua captura correu as mil maravilhas, havia campinos a cavalo, a pé, a população, as varias entidades, todos se juntaram para a captura do mesmo!
Samora é ribatejo e ribatejo é festa!:))
Sempre ouvi dizer desde miuda, "Queres festas vem a Samora"!

Beijos grandes
Ass. E.M.

Me disse...

Gata!!! HELLO, Woman!
Ai ele é isso?
Atão 'tás formalmente convidada para ires até às festas de Samora (que são em Agosto... apanha sempre o feriado de dia 15) e à semana Taurina agora daqui a umas semanitas. Quais salvaterra, qual quê!! Isso é para os fracos! Trás o teu sogro também!

Arranjas uma trela, pegas no Vitáro e vão ter comigo.
;)

VitÁro, VitÁro, VitÁro... tu lá precisas de mostrar os pelos no peito para teres algum sucesso com as bichanitas! Nada disso! Não o permito. Se vais estar comigo, tens de estar aprumadinho.
Eu faço-te uma pré-selecção para tu analisares... Para ti, meu dedo torto, só o melhor do melhor!
:)

Me disse...

E.M.,
Pois foi. Nem me lembrava disso!
Os parolos de Lisboa que compraram lá as vivendas devem ter achado que aquilo foi tudo muuto bem organizadinho para eles...
;)

(sem ofensa aos parolos nem às gentes de Lisboa, claro...).

E sim, festa-festa, é em Samora. Ai porra que já 'tou em pulgas!!!
:)

Finúrias disse...

Respeito muito as Vacas, mas é sempre preciso ter cuidado, algumas são mesmo violentas...

Anónimo disse...

Também eu já tou! Estes dias magnificos de sol na nossa terra so nos faz lembrar as festas, e começamos a contar os dias que faltam para se iniciar este tipo de festejos, e é ja em Abril, e como nos gostamos da coisa corremos as todas que ha nas redondezas, desde Samora, Azambuja, Benavente, Vila Franca de Xira, Alcochete,Santo Estevão e mais algumas, nos tamos lá!
Viva à festa brava!!!! ;))

Ass.: E.M.

Finúrias disse...

Até já !

(detesto essa frase "bom fim de semana")

Fui com as vacas...

Me disse...

EM,
Pronto!!!
Rally das tascas... :) BUTES!!!!

Finúrias,
Até já então. Vai mas volta... olha que elas são bichas solitárias... volta para nós que é aqui que estás bem
:)

Finúrias disse...

Olha que engraçado, não sabia que eras ribatejana !!!

Samora não conheço, vou por na lista :)

Anónimo disse...

Ah pois é amiga, faltava me essa questão que é muito importante!!!!
O pessoal aguenta se bem, já tá treinado para os rallys! :))

Ass.: E.M.

Me disse...

Finúrias!
TU NÃO SABIAS QUE EU SOU RIBATEJANA!?!?!!?!!?
foda-se.
Tu não me lês!!!! Tu não me ligas!!!
oh porra, pá.

EM,
Oh my friend, todos os treinos fossem assim tão dificeis quanto esses!!!!
;)

Anónimo disse...

Bem haja a nos, à nossa equipa ao grupo maravilha! Tamos sempre em altas, não ha ninguem que nos pare!

Ass. E.M.

Finúrias disse...

Olha , aqui perto, em Ponte de Lima, existe a popular corrida da "Vaca das Cordas", que apesar de ter vaca no nome, a corrida traduz-se numa espécie de tourada ao ar livre, pelas ruas da vila, com um touro de peso, preso por duas cordas. É conduzido até à Igreja Matriz e preso à janela de ferro da Torre dos Sinos, sendo-lhe dado um banho de vinho tinto da região, pelo lombo abaixo para retemperar forças. Depois, dá três voltas à igreja, sempre com percalços e muitos trambolhões à mistura dos populares que lhe ousam fazer frente, após o que é levado para o areal da vila, onde tem lugar a verdadeira "tourada". Eu como odeio touradas e este tipo de festinhas, gosto sempre de ver o pessoal a levar cornadas e a voar uns bons metros, é giro! E ao fim da noite é correr as tascas :))))

Me disse...

Nós em Samora, Finúrias, não misturamos religião e touradas...
quer dizer... há muito rezar e pai nosso, mas isso são contas de outro rosário.

se gostas de pancadas... vem a samora. há sempre algum forasteiro que pensa que a coisa preta com cornos é mansa...

;)

Finúrias disse...

eu acho que esta festa não está ligada à religiao, naõ tenho a certeza, mas mesmo que estivesse não me importaria nada, pois não ligo minimamente à religião nem às touradas!

(deves tar a pensar "este gajo é contra tudo")

eheheheheheheheheh

Me disse...

nopes.
não estava a pensar nada disso

:)

cada um é como cada qual. Eu, Ribatejana, gosto de touros e de tudo quanto se associe a este tipo de festa... Tu, migo, gostas das cornadas.
:)

Finúrias disse...

...e neste momento também gostava de um doce qualquer aí da tua região!

Arranja-se alguma coisinha, hein ?

Me disse...

oh... ainda no outro dia falava sobre isso com a K e nada. não sei se há! aliás, penso que não haja nada que seja típico ali da minha zona.
triste, né?

Finúrias disse...

Que estranho !!!

Toda a região tem algo que seja característico da respectiva zona, nem que seja um simples doce !

Me disse...

Isso há, né?
Doces é que não tenho conhecimento de nenhum que só haja ali...

tens o cozido de carnes bravas... enguias... o torricado...

Anónimo disse...

Amiga de doces, também axo que não há, tirando o arros doce que tá em todo o lado, o que temos é pratos tipicos!

Ass. E.M.

Me disse...

Aí está, Finúrias...

A EM também diz que assim é... (TANKIU!!!!)

realmente... triste! ninguém inventa aí qualquer coista???

Anónimo disse...

Nos quer dizer tu é que és a maria das invensões, bem no que diz respeito a buida mais especificamente a shots! Hehehe
Mas nos é que vamos arranjar um doce tipico!

Ass. E.M.

Me disse...

Pronto!
Lá se foi a minha fama de boa rapariga...

Oh maria EM!
Isso não era para se dizer!!!

;)

Anónimo disse...

Ai não era!? Então pede me desculpas! Hehe
Nos somos todas boas raparigas e quem não gostar que baze, somos o que somos e ninguem tem que nos julgar!;)

Ass. E.M.

Me disse...

hehahehaheha!!!

Mas tens razão quando dizes que faço bons shots...

;)

Anónimo disse...

Sim sim, tenho muita razão e não se deitou nada fora! Desde a comida à buida é sempre tudo prefeito! ;)
Nos somos umas especialistas nestas materias!

Ass. E.M.

Anónimo disse...

Olha até a figura tipica da nossa terra se foi!
Ass. E.M.

Finúrias disse...

então fico à espera que as duas meninas criem um doce tipico da vossa zona :))))

Me disse...

EM,
Se estavas a falar de mim, não fui, não...

E olha que isso não abona muito a favor da terra quando eu sou considerada uma figura típica!
Valha-me jasus caredo!!!

:)

Finúrias,
Justo!

Anónimo disse...

Não, Não era de ti amiga! Era do Crisóstomo, bem tu também paxas mais tempo em Lx que não sei se te recordas da pessoa em questão, em tempos foi um grande marialva!

Eu custumos ser a especialista nos doces, sou sempre requisitada para essa função! :)

Ass. E.M.

Me disse...

Atão não sei quem é, porra!
quem não sabe quem é!?!?!

bolas...

ai os doces... ai os doces...

temos de ver disso...

E agora dou por encerrado o blog por hoje que tenho uns assuntos a tratar antes de poder chamar fim-de-semana ao que aí vem.

Vocês, meus senhores, fiquem à vontade. Não se esqueçam é que o útlimo a sair tem de apagar as luzes!!!

BEIJOS!!!!

Cristiana disse...

Me,
O que não falta para aí é Vacaria à solta ... estás tu preocupada com um vaquinha ainda por cima educada para as lides da tourada?!

E esse gado bravo que anda à solta, vacas, cabras, cobras ... dasse é o que não falta para aí!

Eduarda disse...

Ohhh miuda, ja tinha saudades de andar por aqui.... isso tambem acontece muito por aqui... e já nem é noticia!!

Beijinhos!!!!!!!!!

PKB disse...

As vaquinhas aqui no Algarve pastam. Não andam feitas doidas à solta. Mas aqui, graças a Deus, não há qualquer tipo de tradição, incluindo a dos touros.
Beijinhos!

Lizard King disse...

Ribatejo em Festa :)

Finalmente saiem à rua as verdadeiras vacas...uffff já não era sem tempo de virem reclamar o que é seu por direito :P

Relativamente às acidentadas, penso que o susto tenha sido de igual para igual e até porque a coitada da vaca não bateu a ninguém, a expressão é mais: atropelou...e eu sei porque falei com ela :P

Seja como for, só no Ribatejo se pode ser atropelado por vacas e tens toda a razão, esta fuga veio lembrar que a semana Taurina está a chegar e aproximam-se as festas. Haja toiros e copofonia e as gentes do Ribatejo estão felizes...também quero ficar ;)

Me disse...

Cristiana,
Tens mais que razão. Sabes que lá para os meus lados dizemos sempre que preferimos as vacas e os touros bravos... são mais previsíveis e seguros... ;)

Eduarda,
Também eu tinha saudades que por aqui passasses! Eu visito-te muitas vezes, mas nem sempre comento (má Me... má).´
E sim, às tantas essas lides deixam de ser notícia... ;)

PKB,
Oh Mulher... Olha que uma largada de touros na Praia de Rocha era capaz de ser interessante!!!
;)
Eu ia!!!


Lizard King,
Ahhh pois é! Gostei dessa do reclamar o que é delas por direito... como se as outras fossem substitutas reles durante o resto do ano!! loooooolol!! toda a razão!
:)

E sim, já anda cheirinho a festas no ar... já começa a haver coisas a planear e fazer... sítios para ir... Acho bem que fiques. Onde mais há para estar nesta alturas, hmmm?
Beijos para ti!

Nuno T disse...

Samora? Isso é onde? Açores? Ou já é em Espanha? Não sei... :p

Mas cá na capital também temos muitos problemas com vacas soltas. Aliás, todos os fins de semana é vê-las deambular pelas discotecas da cidade. Umas ainda bem novinhas... umas vitelinhas, vá!

:p

Me disse...

Oh, Sr Nuno...
Se não conheces Samora, recomendo vivamente... não há nada como aquela terra. Nada. Não saio de lá nem que me expulsem!!

E as vitelinhas... pois... tadinhas. Ainda agora foram desmamadas e parece que passam logo a tentar praticar a coisa nos outros... oh merda. Eu bem tento não ser ordinária... mas porra, pá.

;)

Beijos!

Fallen, The Countess disse...

Epa, não aguento mais... Tenho de parar de estas estas merdas ou ainda me despedem... Já nem consigo disfarçar o riso!... Fodasse!

Me disse...

Fallen, The Countess,
Olha que aqui a Administração não se responsabiliza por despedimentos em locais de trabalho que não o meu...
;)