18.11.08

Vi

imagem: google
Hoje à tarde, ia eu a pé a caminho do escritório quando vi um rapaz, jovem, a andar na rua com um sorriso nos lábios e olhar ausente. Cruzamos caminhos, ele olhou-me e parou de sorrir. Quase como se tivesse sido apanhado num acto ilícito. Disse-lhe “Quem me dera”. Acho que percebeu. Continuou no seu caminho com novo sorriso. E eu continuei o meu, roída por uma inveja saudosa que me partiu o coração quando a senti. Quem me dera.
(PS: é possível que tire este post daqui a uns dias... hoje não foi um bom dia... não foi mesmo... e vocês não têm culpa)

8 comentários:

Ana disse...

Acho que também não sou de ir a sorrir na rua e quando vejo pessoas sorridentes na rua fico espantada por dentro...

Beijinho!

Me disse...

Eu gosto de ver pessoal a sorrir sozinho. Mostram ao mundo o que lhes vai por dentro. Eu gosto. Acho refrescante e bom :)

v. disse...

Já experimentaste Sunny Delight de morango bem frio!?
Isso sim é refrescante!

Sabes lá tu se o rapaz não vinha do dentista e aquilo que vias como um sorriso era a paralisia pós anestesia!?
Pois é...
Não olham para as placas e vêem logo felicidade por toda a parte!

Me disse...

DESCRENTE!!!!!!!!!!

efe disse...

foi o sacaninha zarolho de asas e aljava às costas que andou outra vez a exercitar tiro ao alvo.

gosto da foto

;)

Me disse...

Também acho! Oh, Efe, ´tá bem que tive de ler três vezes o comentário para entender (que vergonha) mas também acho! E olha que o rapaz levou com o tiro bem no alto da pinha.
É tão bom ver gente assim.
:)

Lizard King disse...

Esta coisa de trazer "escrito na testa" estados de alma é curioso...quando uma pessoa já se sente tipo lixo...ainda aparece um tanso qualquer que inadvertidamente se cruza connosco e põe cara de quem viu o susto :/ Racionalizando: os "espelhos" apenas nos reflectem..cabe-nos a nós mudar a imagem reflectida...FreeYourMind...FreeYourSoul...

Me disse...

Lizard King,
Ter sentido o que senti quando vi o que vi foi tipo espelho. Foi ver uma imagem que eu sei que não tenho. Fui reflectida negativamente? Isso existe?
É por causa dos tansos desta vida que não perdemos a esperança... nem que seja para dizermos: quando eu estiver assim tão feliz, não hei-de andar assim na rua. Mas permanece a esperança... quando eu estiver assim tão feliz... quando eu... Gosto dos tansos. De certa forma, ajudam-nos nessa tal libertação...
:)
PS: I'm trying... I'm trying!!!

PSS: (and failing miserably...)