11.11.08

Coisas novas

imagem: google
Coisas novas que descobri recentemente: 1. Lençóis térmicos são fixe. É tão bom esticar as pernas e os braços e não sentir lençol frio… aquele tecido todo fofinho… tão bom. Especialmente quando se chega a casa às 5 da manhã depois de um dia e noite de trabalho… cheios de frio… fome… mau feitio… coisas para fazer… stress… Sabe bem. Mesmo que apenas possamos passar lá umas 4 horitas… São bons. Gosto. 2. As câmaras de filmar da Canon que funcionam por cartão são muita fixe. Mesmo. Leves, pequenas, bonitinhas… E o cartão é do melhor. Transfere-se logo tudo para o pc… Simples. Muito bom (estão em promoção na FNAC como eu descobri…) 3. Por força de estar a dar formação e tendo-me calhado umas coisas giras chamadas autoscopias (ou simulações pedagógicas iniciais… que são filmadas…)… aprendi o seguinte: - como fazer bolo de fubá com goiabada, incluindo o seguinte pormenor: Qual a temperatura do forno? 35 minutos. (não perguntem) - como colocar uma mesa como deve ser e regras de etiqueta básicas (não estava assim tão desactualizada) - como dobrar guardanapos em forma de gravata - como dizer cavalo, mãe e uma data de outras coisas que agora não me lembro em mandarim - como fazer malabarismo com 3 nozes (fazem muito barulho quando caem no chão) - princípios básicos da reciclagem - como falar com um capitão de um iate (não perguntem…) 4. Que a Nestlé tem umas maquinas com sopas e outras coisas boas que dão um jeitão quando a marmita que trouxemos de casa acaba 5. Que aquelas cenas de Nestum nuns frasquinhos são boas, boas, boas… 6. Que por muito que eu explique à minha Mãe que não passo os meus dias a jogar à sueca e a beber “mines”, ela nunca vai acreditar que existe mesmo necessidade de ficar a trabalhar durante várias noites seguidas até às tantas. Mãe é Mãe. Trabalho é Trabalho. Acho que nunca hei-de trabalhar com a minha Mãe… 7. Que tenho “plano de férias” desde as 4 da manhã de ontem para gastar dias de 2007 e de 2008. O mesmo foi decidido com base no princípio do euromilhoes entre mim e as duas Chefes-Mor. Não sei se acertamos nalguma coisa, mas que ficou bonito, ficou! 8. Que não posso de facto deixar aqui tudo quanto me apetece (mas agradeço o envio dos contactos dos psiquiatras na mesma!)

13 comentários:

Ana disse...

Fiquei com fome! =p

Me disse...

Realmente... a quantidade de vezes que referi comida... Hmmm... Maslow tinha razão. Isto das necessidades... Ou o básico está assegurado, ou não há nada para ninguem.
A máquina das sopas aqui no escritório não está cá de forma inocente... Não.... Mas dá mesmo jeito. O resto vai-se trazendo e partilhando.
Também acho que vou lanchar :)

Anónimo disse...

Também adooooooorooo esses lençóis, se bem que no principio quando os ponho na cama é dificil respirar...(tenho uns problemazitos!!)

Quanto a psiquiatras não sei bem, mas se quiseres ficar pela psicologia pode ser que eu te de umas dicas...=)

Beijo
Tixa

Me disse...

AHARAGAHG!!! Não!! Tixa!! Não!
Não faças isso, por favor!
Ando "mal" o suficiente sem precisas de provas científicas...
;)

Beijos!

morcego persistente disse...

não é preciso andar "mal" pa se procurar um psicólogo...isso é o que se pensa, que só vamos ao psicólogo quando se está "mal"...mas não, a sério que não...
Conseguimos fazer óptimos trabalhos para quem está "bem"...

Tixa

Me disse...

Eu sei linda... eu é que não preciso de detalhes sórdidos sobre mim própria para ajudar à festa... só isso. Quanto menos provas houver... melhor
Tenho grande respeito pelo trabalho dos psicólogos... é uma grande responsabilidade.

:)

Ana disse...

Concordo com a ME.... sorry, Tixa!

morcego persistente disse...

não querendo insistir...porque só tas a ver os detalhes sórdidos... pelo contrário poderias encontrar grandes virtudes "semi-escondidas" e apoiar-te ainda mais nelas...

Não me ligues...é este meu lado que teima em não sair de mim...lol=)

Ana, tas completamente desculpada...opiniões são opiniões, e eu aceito todas...=)

Beijo
Tixa

Me disse...

As minhas virtudes (grandes e/ou pequenas) nunca andam escondidas!!
Essas... bolas. Se pudesse, escrevia-as na testa para nem eu me esquecer!
:)

Eu entendo o que dizes, Tixa. E reconheço a utilidade... Mas, sinceramente, acho que seria um desperdício de dinheiro pagar para ter alguem devidamente formado ver-me a chorar baba e ranho quando contar a história de um qualquer documento que não gravei no dia em que choveu e não arranjei lugar porque a chefe estava a chatear e o cão ladrou e...

Um dia, quem sabe? Acho que me teria de encontrar num enormíssimo aperto. Eu sei, eu sei... não é só aí que as pessoas recorrem aos ditos cujos profissionais... Eu sei.
Tixa, no dia que eu sentir que preciso, é provável que já tenha ido a aí umas dez sessões... Sou um cadito resistente...
;)

Beijos para ti

PS: Ana, concordo contigo tb! :)

morcego persistente disse...

Pronto qq coisa tou aqui...mesmo ao lado...=)

tixa

Me disse...

Me too!
:)

v. disse...

Eu uma vez com um capitão de um Iate!

Ele disse
Atira a boia!
Eu respondi
Qual boia!

Foi uma conversa de circunstância.

Me disse...

Imagino... deve ter sido cá uma circunstância...
Qual boia?
Resposta possível: Vai buscar o corpo...
:)
ai, ai