9.12.06

Sorrir.

Sorrio. Muito. E com vontade. Às vezes até rio baixinho. Sorrir. Sentir aquele calorzinho no coração que se eleva directamente para os lábios, obrigando-os a formar um belo e sentido sorriso, daqueles que se vê mesmo ser de puro prazer e satisfação. Sorrir. Sorrir um daqueles sorrisos que nos enrugam os olhos, tornando-os pequenos. Muito pequenos. Sorrir porque nos lembrámos de algo que aconteceu. Porque nos lembramos de algo que ainda vai acontecer. Temos a certeza absoluta que sim. Sorrir. Ainda agora o fiz. Ai! Outra vez. Sorrir. Porque sabemos algo. Porque sentimos algo. Porque o espaço da mente e do corpo não chega para conter o sentimento. Porque torna-se preciso deixar o sentimento sair. Deixá-lo manifestar-se. Deixá-lo viver por ele próprio. Quase como se fossemos apenas os hospedeiros de algo fantástico e glorioso que nos deixa irrequietos e com vontade de fazer tudo. De rir. De rir até nos doer a boca, as bochechas, tudo. Deixar que essa coisa fantástica e gloriosa nos dê vida nova, nos dê olhos novos, nos traga novas e deliciosas golfadas de um ar até então nunca respirado. Nunca vivido. Nunca provado. Sorrir. Sorrir. Sorrir porque há coisas que nos fazem esquecer tudo. Que nos fazem sentir, mesmo, que antes delas não havia mais nada. Não pode ter havido mais nada. Como é possível que possa ter havido mais alguma coisa se o que temos agora é mais do que alguma vez sabíamos poder sonhar e imaginar sequer? Como é possível alguma vez termos conseguido sorrir se os sorrisos que agora temos são os verdadeiros? Os reais. Os autênticos. Sorrir. Sorrir. Sorrir. Porque sou demasiado pequena para conseguir guardar tudo o que tenho para ti. Tudo o que é teu. Porque não consigo parar de sentir aquele calorzinho no coração, de sentir os lábios a abrirem-se para mostrarem ao mundo que sou feliz. Sorrir.

3 comentários:

particula-RG disse...

Pelo menos o teu texto fez-me sorrir. Obrigada. :)

puku disse...

e que bela forma de voltares...
sorrindo
que continues a sorrir... sempre...
porque nós, que gostamos de ti, também sorrimos ao ver-te feliz
;)
bj

Me disse...

ai tão bom! só gente sorridente!
o texto cómico está a vestir-se. mais um sorriso ou dois e está pronto. Eu não me esqueci!!
beijos oh minha partículazinha e puku. e obrigada!