29.11.06

Conselhos de amiga.

Ehhh pá. Mais uma vez, não sei o que escrever. Ando a ficar sem ideias. Entre super-homens, batatas e sofás, acho que já deixei aqui um cadito sobre quase tudo. Ok. Pronto. Este quase é muito grande. Muuuiiito grande mesmo… mas enfim. Queriam saber mais do que eu ou quê??? Deixo-vos, assim, uns conselhos de amiga que vos poderão ser úteis no futuro. Apetece-me.
Categoria Doméstica: 1 – Abrir frascos (para as gajas). Fácil: pega-se no frasco e dá-se uma ligeira pancadinha com o lado da tampa do mesmo num rebordo de mesa ou balcão (sempre com o frasco na posição vertical e tampa para CIMA). Funciona sempre. Nota: nunca pedir a nenhum homem para fazer isto. 2 razões: não vão perceber porquê e o mais provável é partirem o frasco contra a mesa/balcão. 2 – É mais fácil fazer uma cama se ANTES de sairmos dela esticarmos os lençóis e as mantas (por cima da cabeça… tudo esticadinho e aguentando a respiração) e depois sairmos, com cuidado, mas dobrando um dos cantos para trás com o maior dos cuidados. Depois é só fechar, dar assim umas pancadinhas como quem não quer a coisa e pronto. Cama feita. Ahhh… este é para gajas e gajos. 3 – É mais fácil limpar uma sanita sem ninguém em cima da mesma. Acreditem. 4 – Estender camisolas e t-shirts pelos sovacos (desculpem… axilas… ) das mesmas é muito mais melhor. Não deixa marca visível da mola e ficam direitinhas na mesma, sem esticar devido ao peso da água. Categoria Geral: 1 – Para as mulheres: nunca, mas nunca, tentem ir a uma bomba de gasolina meter ar nos pneus ou água nos “mija-mijas” sozinhas sem esperarem que algum macho-macho vos olhe de maneira condescendente e vos pergunte “precisa de ajuda com isso, menina? Deve estar atrapalhada…”. 2 – Os macho-macho anteriormente referidos devem ser tratados a toque de sorriso doce, seguido de um “ahhh… muito obrigada”, seguido de um violento e bem vincado virar de costas e/ou descontrolo (acidental) da mangueira de água. 3 – O ponto 3 da categoria anterior era só para ver se estavam atentos… 4 – Também para as mulheres: nunca digam a nenhum homem o quanto verdadeiramente gostam dele. Usará isso contra vocês, exagerando a coisa e fazendo parecer como se tivessem nascido para puro e bel prazer feminino (com sorte/azar, vosso). Homem que sabe que tem uma mulher apaixonadíssima por ele é um perigo. Faz com que o mesmo regrida à idade das cavernas, comece a proferir coisas como “uga-uga” e a argumentar todas as suas acções e decisões com “eu é que tenho próstata! Eu é que sou o macho dominante!”. Adoptem a estratégia “deixa-me em paz seu porco-sujo-imundo-bom-para-nada-inútil-parvalhoso-onde-estava-eu-com-a-cabeça” e continuem a aspirar como se nada fosse. Por hoje já chega. Obrigada pela atenção. Não sabia mesmo o que escrever, oh pá!

8 comentários:

puku disse...

pânico: s.m. - terror súbito e violento, especialmente colectivo, causado por uma ameaça de perigo, que desencadeia reacções e comportamentos pouco racionais e por vezes perigosos
(do gr. panikós, «relativo a Pã», deus perturbador dos espíritos)

susto: s.m. - grande inquietação provocada por acontecimento inesperado; sobressalto; medo repentino; temor profundo; apreensão de perigo ou desgraça
(deriv. regr. de sustar)

fonte: infopedia

well, well, well... tu podes fazer o favor de não passares tanto tempo no banco de descanso ?... podes ?... é que, sabes, há pessoas que acreditam que tens hipóteses... por mto remotas que possam parecer, por absurdas que se nos apresentem...
sim ?
garantes que vais esforçar-te ?
se o fizeres eu dou-te um presente... tá ?
bj

Me disse...

mas o que é que foi? não entendo! uma pessoa agora não pode dar aso à sua liberdade intelectual e escrever o que lhe apetecer? medo porquê? porque eu sei o que é uma mola?? talvez seja por isso... ou talvez seja por saber o que é um aspirador?? hmmm... por saber o que é um lençol (bem ou mal esticado...)? não entendo.
qual é o presente que me dás??huh??? diz lá. talvez me interesse e talvez até me esforce por não passar tanto tempo no sítio do descanso a pensar nestas coisas. sempre é melhor do que escrever sobre eco pontos que fazem cocó e engravidam raparigas de tenra idade... oh ánhuca. bem, bem. com licença que estou a ouvir a almofada esquerda a chamar...

particula-RG disse...

Obrigada!
Depois de ler este texto sei que vou ser feliz!

Desafio:
Balanço do ano 2006 em comédia.
Topas?

Me disse...

ui... o que tu foste fazer... ui!! minha atenta e assídua leitora... desafio aceite!! mi espera!!!
:)
tens de fazer 2006 em imagem.... ;)

particula-RG disse...

;)
ti aguardo!!!

puku disse...

bom…
quem pode pode quem não pode bate palmas né ?
eu aplaudo o facto de saberes o que é uma mola, um aspirador e um lençol… mais… realço a dica das t-shirts e sweat’s estendidas pelas axilas… nunca tinha pensado nisso… uma coisa tão básica e eu nunca tinha pensado nisso (o que só vem confirmar alguns ‘pensares’ que algumas mulheres têm sobre nós)
compreendo a tua indignação… é legítima… mas compreenderás, esclarecida artista, que o sábio leitor te reconhece capacidades maiores do que ‘dicares’ sobre molas, roupa, aspiradores, lençóis e, pasme-se, considerações que fariam corar de vergonha a mais aguerrida e fervorosa feminista… oh minha amiga, não havia necessidade… ‘uga-uga’ ?? próstata ??
e não… não é uma atitude corporativa… nunca fui, nem vou ser, defensor de quem quer que seja, sobre o que quer que seja... cada um por si... mas admito que considero injustas algumas generalizações...
o presente… o presente é surpresa…
o ánhuca… eu merecia isso
bj

joaninha disse...

parabéns! :D

*beijinho*

Me disse...

joaninha,
muito obrigada pela visita (deveras inesperada, admito!).
parabéns pelos teus dois blogs (já lá fui espreitar...).

Vamos-nos lendo por aqui ou aí.

ps: tudo a correr bem em Coimbra!