3.11.06

E para acabar a semana em beleza…

Como sabem, eu ando à procura de trabalho/emprego (o que surgir primeiro…). Isso, claro está, implica enviar cvs e ir a entrevistas. Muito bem. Enviar cvs. Sou boa nisso. É fácil, barato e pode dar milhões. Entrevistas? Bem, aí é que eu sou mesmo boa (pelos vistos) nisso. Tão boa, tão boa, tão boa que parece que consigo fazer esquecer o propósito de duas pessoas estarem sentadas numa sala de reuniões, a meio do dia, sem terem nada em comum e sem se conhecerem não fosse por 3 folhas de papel com meia dúzia de informações que nunca, mas nunca, poderiam começar sequer a dar uma ideia por alto e hipotética de quem é o personagem principal das mesmas. Daí a entrevista, pois claro. Já me aconteceu ter uma pessoa querer manter contacto comigo, por e-mail, como se fosse uma espécie de tpc escrever os e-mails, depois de me deixar na dúvida se me podiam aceitar ou não na empresa. Oh eu a ver o gajo. Que merda. “É tão simpática e extrovertida! É raro encontrar alguém da sua área assim!” Ou então “Sabe, passei o resto do dia a pensar em si, a lembrar-me da sua cara e das coisas que tinha dito”. Oh por amor de algum deus (ver posts anteriores). Que bom. Talvez eu retire os meus anos de experiência profissional e sei lá quantos cursos e tempo gasto a aprender coisas novas para ser melhor no que faço e passe só a meter: 1.69/70 de altura (depende se chove ou não…), calço o 38/39 (mesma razão), cabelo nem castanho nem louro (aqui já não sei porquê), olhos castanhos (sempre), peso: 58 kg (acho eu, mas não tenho a certeza – coisa tão pouco gaja, né? Não saber o peso. Ehh!). Competências: conviver com os amigos, ver filmes e passear (é lindo quando se vê uma coisa assim num cv… lindo). Outras informações: simpática, extrovertida e muito pouco parecida com mais alguém da minha área (também por isso mesmo é que estou a tentar mudar! Esta não é a minha área! Oh ca porra). Pronto. Devia chegar. O meu cv passava a ter meio parágrafo e dizia o que realmente importa. Já me disseram o seguinte (mas não em entrevista – ao menos isso): estudaste aí? Essa escola não é muito bem vista. Tenta não falares muito nisso ou então vai estudar para outro sítio. Porra! Minto em relação ao sítio onde estudei? E digo o quê?? Ahhh e tal… eu estudei num sítio assim lá prós lados dali onde se come uma bela duma bifana. Vou estudar para outro sítio?? What?? Oh pá. Eu não sei mesmo andar nisto. Não tenho mapa. Não tenho gps e não tenho paciência. O próximo parvalhão que me disser algo sobre os meus lindos olhos e sorriso leva com a cadeira em que estiver sentado nos cornos (ver posts anteriores sobre origem Ribatejana e o direito que isso confere aos puros sangue de dizer estas coisas.). Eu sou uma lady, f*da-se! Bom fim-de-semana.

2 comentários:

particula-RG disse...

Dia 31 de Outubro também pus um ponto final.
Agora estou como tu...
Ou melhor... ainda não estou.
O CV está prontinho... mas falta-me o portfólio! Vai doer voltar a fazê-lo... mas não tenho alternativa.
Enfim...* SECA! GRANDE SECA!

Me disse...

Oh, miga. Vai-te correr tudo às mil maravilhas. Com ou sem portfólio. Tu és um espectaculo!
Boa sorte e se precisares de alguém para levar a cadeira, estás à vontade ;)
bjs.