25.11.06

Calmer.

I’m calmer now. I’ve finally managed to calm down and stop smiling. I’ve finally managed to stop the butterflies in my stomach. Almost. Almost. But I am calmer. It’s all starting to sink in. Almost. Things have happened to me lately that are very hard to believe. Not wanting to transform this into an in-depth insight to my personal life, pains, worries and all things bright and happy, I will try to resume, in very little words, what has happened to me over the past months. I will, of course, leave out all those things which I simply don’t want to be present here. It is my blog, after all. I put an end to two very important things in my life (note: important doesn’t mean good or bad…). Both of them very personal and both ended because I finally managed to muster up the strength, courage and plain brute force to end them. Both of them ended because I wanted more. Both of them ended because it was, I fully believe, the best thing for all involved. I took the step. The leap. The freakin’-no-parachute-jump-for-your-life-now-or-never leap. Some people got pissed off. Some people where left happier than before. I was scared shitless. Truly scared that what I was doing was going to go wrong and that I would be forced to put my tail between my legs and admit I was wrong and mean and horrible and nasty. But I just kept on going. Fighting and insisting that I would take no more and no less than I deserved. And I got it. I have a new job. A dream job that will put me to the test. That will stretch my limits beyond what I now know them to be. I got this job on my own merits. On my own. By myself. Alone. Only me. Me and myself only. ME! I have finally escaped a stigma that had followed me around for a long time, never letting me be just me. Now, I’m just me. ME! To those that never doubted I’d be able to do it, I am truly and forever grateful. To those that didn’t believe I could do it, up yours! (pardon my French..). I’m here now. And I’m here to stay. And I got here on my own. Now, let’s see who else is here… hummm...
You. Who else but you? No one else but you.
And I did that on my own as well.

18 comentários:

Me disse...

Esta entrada está em inglês pela simples razão de sera minha segunda língua. Há muito tempo que não a falo, que não a escrevo e tenho saudades de pensar em inglês, de sonhar em inglês. A entrada de hoje merecia tratamento especial. Foi só por isso.

puku disse...

quem duvidou ? quem ousou deixar de acreditar em ti, no que poderias fazer, no que podes fazer ?
quem ?
há merdas que são mm dificeis de explicar, por mto que as queiramos racionalizar, por mto que o que sentimos nos pareça estranho
eu sempre te vi como uma pessoa especial (já to disse), independentemente dos pseudo super-poderes que que achas poder 'assimilar' pelo facto de vestires uma t-shirt de 'ton ami' super homem
claro que, como disseste, tds somos especiais... mas mm aqui há especialidades e especialidades... a tua é seres uma pessoa adorável
fico mt contente por ti, pelo que conseguiste, pelo que vais conseguir.. sempre pensei que tds nós temos o que merecemos... e tu terás td o que mereces... palavra de mim
sempre, mas sempre, enquanto o quiseres, estarei aqui...
e nunca, mas nunca, queiras ou não, deixarei de te olhar como uma menina encantadora

sonha em inglês, em chinês, em português... mas sonha...porque como diz o poeta


"Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança."

e o teu mundo tem muito por pular ainda

bj

particula-RG disse...

Estás à vontadinha...

Me disse...

eh pá... se vocês não fossem assim tão simpáticos, gostavam de ser o quê? Hum?
:)

puku disse...

eu, cá por mim, gostava de ser o rudolph, a rena do pai natal que tem uma lâmpada no nariz

:)

Me disse...

ele não tem uma lâmpada no nariz, oh puku! aquilo é de nascença é explica-se por uma complicada, mas organizada, rede de vasos sanguíneos que se excitam à menção da palavra "anda lá com essa cena prá frente" proferidas pelo Pai Natal, em voz altíssima, e cheio de pressa para ir entregar os presentinhos aos crentes. Enfim. Ainda gostavas de ser o Rudolfo?? Carregado e a cavalgar pela neve, cheio de frio e a levar verdascadas no lombo? I don't think so....

puku disse...

xiiii menina, não sou de intrigas mas... acho que acabaste de comprar uma briga com o pai natal e as suas renas amestradas... ai ai...
a rudolfo não leva vergastadas; é suavemente convidado a voar mais depressa... nem se excita; fica contente... nem anda carregado; os presentes não têm peso
e sabes que mais ? não sei se a t-shirt do super homem te vai safar... xiiii

You better watch out,
You better not cry,
Better not pout,
I'm telling you why:
Santa Claus is coming to town.
He's making a list,
And checking it twice;
Gonna find out
Who's naughty and nice.
Santa Claus is coming to town.

He sees you when you're sleeping.
He knows when you're awake.
He knows if you've been bad or good,
So be good for goodness sake!
Oh, you better watch out!
You better not cry.
Better not pout,
I'm telling you why:
Santa Claus is coming to town.
Santa Claus is coming to town!

acho que acabaste de ser sinalizada como naughty one... xiii menina... este ano vais ficar a zeros... vais vais

Me disse...

verdascadas ou vergascadas? uma é com verdasca. outra com verga. enfim. quem leva no lombo é a rena na mesma.
vou ficara zeros???? andaste a falar com a minha mãe foi?! o que é que tu sabes que eu n sei?!?!? Huh???? diz-me!!!

puku disse...

lapsus linguae... eu escrevi vergastadas, não vergascadas
menos um ponto para ti...
cusca... tens alguma coisa a ver com quem eu falo ? hããã ??
olha agora...

Me disse...

menos um ponto? mas quem é que anda aqui a somar pontos? eu repeti mal o que tu disseste? qual o problema???
O QUE É QUE ANDASTE A DIZER E A FALAR COM A MINHA MUMMY?!?!?!?! É MINHA PORRA!!
diz lá...

puku disse...

sou eu que ando a somar pontos... contrariamente a ti que os andas a descontar... tu tens consciência do que custa ganhar um ponto ? tens ? não tens pois não ? logo vi
a repetição mal sucedida... deixa lá... no stress...
agora a cena com a tua mummy... humm... querias saber n era ? pois querias... mas aqui o teu sábio leitor n to vai dizer... ah pois n
só posso revelar 2 das coisas que lhe disse: be patient e thk you... e sabes uma cena linda... mas mm mm linda... é q foi exactamente isso que a tua mãe tb me disse... pq terá sido ?
;)
bjs

Me disse...

apenas posso concluir que ela te tenha dito uma coisa dessas porque tu lhe ofereceste alguma coisa (daí o thank-you) e esse alguma coisa só pode ter sido uma planta (daí o be patiente para a ver crescer). Hmmm... ela gosta de plantas. Como é que sabias? Interessante. Tenho dea avisar que tu especial gosto por enviares msgs às 6 da manhã... talvez ela aí mude de conversa ctg...

puku disse...

opá...
este teu comentário evidencia algumas das nossas fragilidades, a saber:
1º - a tua capacidade de interpretação não é assim tão boa quanto apregoei
2º - (decorre da 1ª) por vezes também me engano
ora bolas...
as sms às 6h... a tua mummy pode ficar descansada... as ditas estão reservadas 'to someone special'
bj

Me disse...

e o querido puku deve pensar que aqui a Je (nome pelo qual sou conhecida na Alemanha) é mais ingénua do que parece. Tinha mais fé que tu tivesses mais fé nas minhas capacidades e nas tuas. oh well.
manda lá o raio da mensagem. vou logo a correr mostrar à minha mãe para ela ver comé que as coisas são. ahhh pois é.

puku disse...

e tu deves pensar que eu penso que tu pensas que eu penso que és mais ingénua do que pareces... oh minha amiga
nem eu penso que és ingénua nem tu pensas que eu não tenho fé nas tuas capacidades...
ah pois
o raio da mensagem... mas tu pensas que eu sou ingénuo ou quê ??
;)
bjs

Me disse...

longe de mim, por muito ingénua que seja, pensar uma coisa dessas ou destas ou daquelas! oh de mim!
com tanta ingenuidade a voar por aí, ainda vamos descobrir que nenhum de nós faz a mínima ideia do que o outro anda a falar e que, ingenuidades à parte, nunca sequer tivemos perto de saber. enfim. este jogo de apanha tá a ser fixe.
manda a mensagem! manda!!!

puku disse...

bom... vamos lá acabar com isto
1º - tu n és ingénua
2º - tu pensas mtas coisas dessas, destas e daquelas... e ainda bem pq pensar é bom
3º - a ingenuidade não voa porque não tem asas (e pq isto não é nenhum anuncio do bruno nogueira e das suas galinhas amestradas para o millennium)
4º - eu acho que vamos descobrir o que andamos a falar, com ou sem minimos
5º - também penso que já estivemos mais longe
6º - gosto de jogar à apanhada. mas também gosto do pictionary... detesto o monopólio pelo que representa
7º - a mensagem... ai a mensagem... que raio escreveria eu no raio da mensagem (ficou engraçada esta frase) sabendo que a tua mummy a iria ler ? além do mais, conhecendo-te como (penso) te conheço acabarias por mostrá-la mesmo... e oh para mim a ficar atrapalhado... nã nã...
8º - também gosto muito de ti
9º - nada para dizer... só para ganhar balanço para a dezena
10º - objectivo alcançado
bj

Me disse...

ai é para acabar com esta cena de uma vez por todas? atão vamos lá, oh puku.
1 - tu tb não és ingénuo (nem eu ingénua ao ponto de pensar o contrário)
2 - tu também pensas muito (e bem). fixe. somos ambos seres pensantes.
3 - a ingenuidade não tem asas talvez por nunca ter bebido red bull, com ou sem o millennium a financiar uma ida ao modelo e o outro a carregar os sacos.
4 - também acho que, no mínimo dos mínimos, vamos acabar por descobrir que já tínhamos descoberto o que andávamos a falar, mesmo sem sabermos
5 - também penso que já estivemos menos perto
6 - gosto de jogar à sueca. pictionary é frustrante. monopólio é uma seca. apanhada é fixe mas n pode estar a chover.
7 - claro que não mostrava a mensagem à minha mãe. mas dizia-te a ti que o tinha feito. ai isso dizia. resultado: tu, atrapalhado, na mesma.
8 - tb gosto muito de ti (com todo o respeito pelos direitos de autor sobre esta frase já anteriormente utilizada e agora aqui reproduzida)
9 - batoteiro (menos um ponto para ti)
10 - me too.

:)