23.7.09

I Have a Dream…

imagem: google
Há momentos na minha vida em que me sinto obrigada a admitir que tudo quanto seja definição de normalidade (ou suposta normalidade) não se aplica nem à minha pessoa, nem à minha gente. Somos, definitivamente, uma cambada de “anormais”. Mas eu tenho a quem sair… Eu tinha uma espécie de sonho/desejo/whatever. Poucos sabiam da coisa… Mas houve quem se lembrasse na altura certa e conseguisse concretizar a coisa no momento certo. Festa de Anos II. Chega a altura de apagar velas (desta vez só duas, mas eram enormes, do Piu-Piu, muita giras) cuidadosamente colocadas em cima de uma pirâmide de aí uns 30 pasteis de nata (dá menos trabalho ter um “bolo” assim… não se tem de cortar fatias e ninguém reclama que quer uma mais pequena, uma do canto, uma do meio… blah, blah, blah). Apagam-se as luzes. Vem minha querida Mummy de tabuleiro em riste. Todos “descantam”. Eu, sentadinha e sorridente, aguardo momento certo para apagar velas. Faço-o de forma altamente competente (já tenho alguma experiência). O meu Daddy fala-me ao ouvido, dizendo que tem presente para mim. Sorrio, expectante. Inclino a cabeça para o ouvir melhor.
Levo com bolo de chantilly em cheio na tromba. Demoro cerca de 0.00001 segundos a perceber. Rio-me. Reina a confusão. Risota geral meio nervosa. No meio do escuro, os convivas demoram a perceber a coisa, não sabendo se deviam rir ou chorar ou reclamar…. Levanto-me, apanho resto do bolo, agarro querida Mummy e pimba, toma lá chantilly que tu gostas. Mais risota e guinchos dos convivas. Fogem do caminho, não querendo ser apanhados no meio da folia cremosa. Ouço o meu Daddy a dizer, em alto e bom som, “Ela é que queria! Era um sonho dela! Desde pequena que queria levar assim com um bolo na cara! Ela é que queria!!”, como que a ilibar-se. Risota geral. Palmas. Limpo cara e vou ter com ele, cobrindo-o com mais creme (tinha apanhado com um bocado quando me empurrou o bolo na cara, por trás). Abraçamo-nos e vieram-me lágrimas aos olhos. Só lhe conseguia dizer “Obrigada, obrigada, obrigada”. Ele só dizia “Parabéns, filhota”. Ouço palmas e risos. Assobios. Gargalhadas. Mais palmas. Muitas palmas e muitas caras sensibilizadas. Gente a limpar os olhos e a rir-se ao mesmo tempo. No fim, estava eu, o meu Daddy e a minha Mummy cobertos de chantilly, felizes e sorridentes. Eu fiquei sem palavras. Só me conseguia rir e sorrir e olhar para os meus pais com cara de parva. Estupefacta por coisa tão simples ter efeito tão grandioso. No meio daquilo tudo, ouvi alguém dizer “Foda-se que esta gente é tonta!”. Yeah. Pois somos. I had a dream.
:)

16 comentários:

Gata2000 disse...

Parabéns.
Por teres feito anos, por teres uma familia que te adora e que sabe exactamente o que queres, e por depois do sucedido te teres conseguido abraçar a eles e agradecer!
Lindo, lindo!

Cristiana disse...

You Had a dream and you got a cream!

congratulations!

Parabéns míuda, vocês são freaks!Saudavelmente freaks!

V!tor disse...

Porra!

Errei na festa!

Por outro lado, tens a noção que fazer festas duas vezes equivale a dizer que agora tens 60 anos!?
E parecendo que não a idade assenta-te muito dentro do razoavel!

K disse...

Porra! Lindo pá! São estes pequenos e inusitados momentos que nos preenchem a vida. É isto!

E parabéns pela família que tens. Agora percebo-te melhor. São lindos!

(opá, agora fiquei com pena de não ter ido, nem concerto houve, que eu era mesmo gaja de me agarrar a ti! já tinha saudades tuas mulher!)

Lizard King disse...

Afinal os sonhos realizam-se ;)

...e às vezes tão pouco é tanto!!

Já vi que adoras-te as tuas festas, o que acredito terem sido memoraveis. São essas pequenas coisas que constroiem um castelo ;)

Me disse...

Gata2000,
Oh, tankiú!
E é claro que consegui abracar-me a eles e agradecer... há fotos para quem não acredita!!

Cristiana,
loolol!!
:)
You betcha!!

Vitáro,
60 anos huh?
é por isso que não celebras os teus? talvez não cole a nova idade?? boa estratégia... Juro-te que ninguém te daria mais que 38 aninhos... JURO!

K,
Ai só agora é que ficaste com pena de não ires?!?!!
:P
Se lá estivesses... tu e a farta cabeleira ficavam como eu... com chantilly até à raíz!
:)

Lizard King,
:)
Começo a acreditar que o "tão pouco" às vezes é tudo.
Os castelos não se constroem pedra em cima de pedra?
;)


Agora com licença que vou voltar à minha segunda semana de férias (esta em casa)... Dolce fare niente!! O que me custa, vosso deus!
:)

PKB disse...

eheheheheh =)) Realmente são uma família curtida! =))

Beijinhos e parabéns outra vez! :p)

K disse...

Ah! Foi força de expressão. Já te tinha dito que fiquei com pena de não ir. De qualquer maneira já tinhamos chegado à conclusão que seria difícil lá chegar.

E eu não importava nadinha de ficar com chantilly até à ponta dos cabelos. Claro que digo isto agora depois de saber da história e por me soar tão divertida! Se tivesse ido provavelmente andaria a fugir de ti! ahahahah

Gajo disse...

Só posso dar os parabéns aos três, miúda gira.

Continuação de uma saudável insanidade.

Me disse...

PKB,
Temos dias...!
:)

K,
É provavel que fugisses... mas também é provável que te apanhasse...
;)

Gajo,
Invejoso.
:)

(TANKIÚ!)

PKB disse...

Agora eu compreendo muita coisa.... eheheheh =)

K disse...

Era provável que fugisse e me deixasse apanhar...;]


(credo que isto catapultou-se para outras áreas! vou fazer de conta que não vi o flash! next!)

Pluma(PrincesaVirtual) disse...

Não percebi se foi um acidente...ou algo mesmo premeditado...

De qualquer das formas o que descreveste aqui, não deixa de ser cumplicidade de uma familia que se gosta muito :)

Bjs

ps e um resto de boas férias

ps e claro que me ri novamente :D

Me disse...

PKB,
:P
Engraçadinha a menina, huh???
:)

K,
:)
No comments!!!

Oh, Pluma... Atão, Maria???
Atão e a parte onde meu Daddy gritou "Ela é que queria! Era um sonho dela" e tal??
Claro que foi premeditado! Mais que pensado e organizado!
:)

Ahh... e já voltei de férias...
:)

BEIJOS às Gajas!!!!
:)

PKB disse...

=))) tinhas alguma dúvida?

Me disse...

:)