16.12.08

Desafiada K responde ao Desafio

E eis que quando menos de espera, pimba, alguém responde a um desafio… "E depois de muito andar e muito preguiçar eis que finalmente respondo, atabalhoadamente, ao desafio colocado. A foto pode ser mesmo esta:

As minhas mais sinceras desculpas pelo atraso verificado. Sem mais de momento e com os melhores cumprimentos pessoais, e na esperança da resposta ser do seu agrado, despeço-me atentamente, K, uma serva ao seu dispor ;p Beijocas de algodão doce cor-de-rosa (nunca me tinham mandado beijocas assim destas boas… bolas, pá) Banda: The Doors (já havia muito Depeche Mode por aí; além disso a imensa pluralidade de títulos musicais dos DM assustou-me tornando o desafio inexequível)

1) és homem ou mulher? You're lost little girl (vá, meio perdida)

2) descreve-te: Wishful Sinful Wild Child (mas também podiam ser parte das respostas abaixo…e já agora a The Spy e Love me two times. ah! e a Touch Me! – gosto muito de abracinhos e festinhas e miminhos…) (peço perdão pelas escolhas múltiplas porém considero-me demasiado rica e complexa para me cingir a uma única resposta; lamentamos o facto de nenhum título fazer referência à soberba)

3) o que as pessoas acham de ti? People are Strange (ou o que eu gosto de pensar que as pessoas pensam de mim…)/Love her Madly(os amigos, os grandes amigos)/Soul Kitchen

4) como descreves o teu último relacionamento: I Looked at You (e fiquei ceguinha para não variar)

5) descreve o estado actual da tua relação: I can't see your face in my mind (pois…é normal…não existes, né?)

6) onde querias estar agora? Love Street/Land Ho!

7) o que pensas a respeito do amor? You Make Me Real/Light my Fire

8) como é a tua vida? The Soft Parade/Strange Days/Ship of Fools/Waiting for the Sun (uma mistela, portanto)

9) o que pedirias se pudesses ter só um desejo? Moonlight Drive

10) escreve uma frase sábia: Take it as it comes (repetida continuamente a ver se não me esqueço…)"

Tankiu, K. :)

80 comentários:

PKB disse...

Até que enfim! Tardou mas arrecadou!
Beijinhos Kapa!

Piston disse...

Mas que bem!

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

na minhaerra nunca alguém mandaria beijocas de algodão doce, caredo!

:P

de entre todas as músicas eu escolho o Light my Fire.

já pedi ao pai natal uma foto tua. mas em condições de ser analisada convenientemente. vê lá se o vês por aí :-)

era só mais uma provocação.
:-)

Me disse...

PKB,
Podes crer! Tardou mas foi :)

Piston,
OH-OH! Compensa o atraso :)

SG,
Gostei do "caredo".. E não, na minha terra também não se mandam beijos destes... No Ribatejo não há lugar para estas coisas!!

Tu e as tuas provocações...
:)

K disse...

Caredo mulhéri! Era escusado transcrever o mail todo! Bem que me ocorreu resumir a introdução por desconfiar que a publicarias. ‘Tou tramada contigo!

E o que é que têm os meus beijos? Hmmmm?! A bem ver aqui por terras nortenhas também não existe propriamente espaço para este tipo de coisas. Contudo eu vivo numa dimensão paralela, na terra do arco-íris, em que há sempre lugar para a imaginação e para beijos de todas as formas e feitios, desde os de algodão doce cor-de-rosa (os meus predilectos porque são doces, pegajosos e têm a cor dos sonhos), até aos coloridos em espiral, passando pelos esvoaçantes e sorridentes e não esquecendo os que sabem a arco-íris. Gentinha sem sensibilidade. Bah! ;p

PKB, agradeço os beijinhos e retribuo.

Piston, mas que bem soa imeeeeenso a tia. ‘Tá a ver?

SG, a escolha de um tema que de tão rodado consegue quase fazer perder a paciência de um santo (ou seja, eu) não abona propriamente a teu favor...

Me disse...

K,
Eh, pá. Uma pessoa já não pode publicar algo a que achou piada que é logo isto... A tua resposta, sem aquela parte introdutória, não ficaria completa! E assim o mundo ficou a saber que existem beijos cor de rosa de algodão doce e afins... Oh, pá. Fico triste. Ehhh. Baaahhh!! Etc :P

K disse...

Vá, dramatizações a esta hora não, 'tá? ;p ahahahahahah

Me disse...

K.,
Como diz a minha mãe quando alguem reclama da janta: cala-te que tu gostas.
:)

beijos

Vitor disse...

Achas que aquilo é cabelo que se apresente?

Mas folgo em saber que usas pincel para fazer a barba, é que se a fizesses com máquina dava-te um ar moderno que não exitaria a classificar como mentiroso!

Me disse...

Oh-Oh... K... acho que este é pra ti... Conlissença....

K disse...

Caro Vítor

Aquele cabelo revolto e selvagem é imagem de marca. É mais que cabelo que se apresente. Literalmente. Ademais, é este mesmo cabelo que me torna tão irresistível ao sexo masculino por incitar ao seu agarrar em posições sexuais primitivas e que recordam os canídeos. Portanto é favor não vilipendiar uns dos meus mais preciosos atributos, ‘tá?

Quanto ao restante comentário não tenho nada a declarar pela incapacidade actual de descer à microcefalia. Posso tentar mais logo depois de 2 copázios de vinho não me responsabilizando de qualquer modo com o que daí possa advir. Todavia devo explicar que por aqui usualmente se recorre à cera depilatória.

A tua sorte é que aparentemente és caranguejo e como tal eu, no alto da minha omnipresença deífica, perdoo-te. Inclusive o erro ortográfico, que é coisa que habitualmente me tira do sério!

Sem mais de momento, e na esperança de que haja sinapses suficientes desse lado que permitam a leitura desta singela missiva, subscrevo-me atentamente

K (a que não bate bem da tola)

Me disse...

(la...la... la-ri.... ri...la...la-la-la... la-ri-ri...la)

PKB disse...

Kapa,

A tua resposta ao Vítor pôs-me aqui a rir a bandeiras despregadas (não sei o que acontece com as bandeiras despregadas, mas é indiferente...)!!!

Beijinhos!

K disse...

É...também nunca percebi muito bem essa das bandeiras despregadas...isso e ter os nervos em franja...

Mas folgo em saber que te fiz rir. Na verdade eu meu sonho sempre foi ser palhaça residente do Circo Mariano. ;p (vá, pronto, gosto de saber que tenho capacidade de fazer rir os outros. rir é bom. faz bem à saúde. nada como uma boa gargalhada. e nada como contribuir positivamente na vida dos outros nem que seja a debitar umas quantas alarvidades)

Me, 'tás a cantar para o lado como quem não quer a coisa? (olha outra expressão esquisitinha..)

Vitor disse...

Carisima senhora com nick name da letra esquisita!

Deixe-me dizer-lhe que quase sorri com a resposta, todavia vim a verificar mais tarde que não se tratava de um sorriso mas sim de um espasmo facial.

Ora folgo em saber que existem homens que se sentem incitados à prática de posições sexuais primitivas tendo por único ponto de ignição o seu cabelo. Sem dúvida que há pessoas para tudo. Eu conheço homens que se sentem incitados pelos olhos, pelos ombros, pelas mais diversas partes da anatomia feminina, e outros que até se deixam incitar pelo simples facto de elas lhes responderem à pergunta "estou sim?" no telefone. Mas o conceito de práticas sexuais primitivas encerra em si mesmo todo um mundo de considerações a propósito do assunto, que claro está me vou inibir de tecer, não por respeito à dona do Blog, mas sim por consideração à minha própria consciência. Porém, seria importante referir que a civilização não evoluiu tendo por base uma alteração das posturas sexuais, mas sim pela forma como as conseguiu publicitar. E de publicidade falaremos noutras alturas!

A cera depilatória é por seu turno uma forma de evolução de sociedade, o que aparentemente contraria a ideia primitiva. Já o vinho acompanha-nos desde a civilização feníncia, havendo quem diga que na China o vinho já se faz há milhares de anos e muito mais barato, ainda que com níveis de qualidade duvidosos.

A minha sorte é que aparentemente não busco no signo qualquer identificação comportamental, mas atendendo a que colocas na mesma frase as palavras "omnipresença" e "deífica", podendo o mais incauto leitor pensar que isso se trata de um redundância, eu abstenho-me de mais comentários!

Já no tocante ao erro ortográfico, assumo o esquecimento da letra "c", todavia, a ideia ficou clara.

Me disse...

K,
Eu estava a assobiar para o lado porque já sabia o que aí vinha (e veio) e porque acho que consigo mais ou menos prever o que aí vem... (acho que só tenho de esperar aí uns 10 minutos no máximo...).

Façam de conta que eu não estou cá...

(Kapazinha do meu coração... estou contigo, Mulher.
V., minha querida dor de rins, também estou contigo, Homem)

:)

K disse...

Caríssimo

Peço as minhas mais sinceras e profundas desculpas pela opção da minha mãe em atribuir-me um nome que começa por essa letra esquisita. Juramos que não volta a acontecer, até porque é pouco provável que eu volte a nascer. Poderíamos obviamente colocar a hipótese da reencarnação, mas tenho para mim que a acontecer reencarno num qualquer ser vil e inferior. Tipo homem.

Lamento igualmente não estar à altura de retorquir a tão excelsa e deliciosa resposta e que, confesso, me fez rir até quase chorar, porque:
- já lá vão os meus tempos áureos de escrita mordaz e assertiva
- por mais que tente não consigo ser tão parva
- na verdade não me apetece raciocinar
- e, principalmente, não me apetece refutar os argumentos que diminuem o meu poder de atracção à minha bela melena, conquanto pudesse obviamente fazer referência a outros tantos predicados que fazem com que os merceeiros e talhantes deste jardim à beira-mar plantado sejam meus fãs; nem muito menos iniciar um debate semântico; é que ele há gente muito preguiçosa.

Uma serva ao seu dispor, K

(o facto de uma posição sexual ser conotada como primitiva não quer dizer que não continue actual e a gozar de muito boa saúde, pois não? e a omnipresença implica obrigatoriamente divindade?)


(Me, já te estou a perceber. Mas quando as respostas são boas, mesmo boas e demonstram destreza mental nem tenho grandes vontades de entrar em “batalhas” verbais: gargalho até não poder mais e felicito o interlocutor ;] e além disso ando destreinada! ;p )

Me disse...

Merda. Falhei por 41 minutos
:)

K disse...

Ah! Para quem é normalmente atrasada 41 minutos são trocos. Não te preocupes que eu também não. ;p

Me disse...

É tão bom conhecer o pessoal :)
Ai, K. Pena seres/estares no Porto....
:)

K disse...

Conhecer o pessoal é óptimo! Tenho feito excelentes amizades através da internet, principalmente com estas coisas dos blogues. E como eu sempre fui bastante tímida e introvertida foi também uma maneira de lentamente ficar mais solta e sociável.

Mas eu não sou do Porto. Vivo no Porto há já 8 anos, mas vivi praticamente toda a minha vida em Lisboa onde vou amiúde porque a famelga continua lá. Nasci foi no hemisfério sul! ;p

E Portugal até que é pequenino...;]

Me disse...

Está tudo explicado... Nasceste no Hemisfério Sul. Eu vivi por lá uma data de anos... Tinha de haver aqui qualquer coisa...
:)

E sim, Portugal é MUITO pequeno mesmo :)

Piston disse...

Posições sexuais? Que se passa aqui?

K disse...

Hmmm...não me parece que seja daí. Mas quem sabe... Em que lado do atlântico minha querida? Então pronto, se concordamos que Portugal é muito pequeno, então tal não pode servir de desculpa para que as pessoas não se encontrem. ;]

Piston, aqui não se passa obviamente nada. Nem virtualmente que é coisa que não me seduz. O que se passou é que me deram direito de antena e eu tenho esta mania de levar tudo para a cueca. Pedimos desculpa se porventura ofendemos as almas mais sensíveis.

Piston disse...

Imaginemos que em vez de direito de antena te dão um camião...

K disse...

Ahahahahahahahahahah! Seriam paletes e paletes de alarvidades, jogos de palavras com referência directa ou indirecta à sexualidade, segundos sentidos aos montes, e um chorrilho de impropérios! ;p

PKB disse...

Ah, pois! Um encontro de hemisférios seria óptimo! Aqui na terra dos mouros espero sempre por uma desculpa para subir até à capital o reino =))

Beijocas!

Piston disse...

Assim sendo, fiquemo-nos pelo direito de antena.

K disse...

Capital do reino?! Não exageremos. Já me basta os portuenses com a mania! ;p

K disse...

Piston, agora fiquei sentida e pesa-me a consciência. Snif snif. Foi por essas e por outras que eu acabei com o outro blog! (por acaso não foi nada, que eu tinha uns quantos fãs que ainda hoje clamam o meu regresso, mas apeteceu-me dramatizar)

Piston disse...

Sim, o direito de antena já matou vários blogs.

Vitor disse...

Cara senhora cujo nome começa pela letra "K" e que foi obra da senhora sua mãe, mas que eu vou evitar fazer trocadilhos como K7 o K9... ooppps!

Tenho 3 coisas a dizer. Na verdade são apenas duas, mas valem por umas quantas.

1 - Quanto ao facto de ser impossivel nascer outra vez, devo dizer que há pessoas cujo rapto por aliens se saldou por um renascimento. Por outro lado em certos ritos religiosos simulam-se a morte e renascimento. Ora simulação por simulação, eu prefiro os jogos da playstation, que assim como assim são mais reais e sempre faço exercício. Por outro lado estou convicto que a condição feminina pressupôe uma certa queda para a simulação, ou será para a dissimulação, bem o importante é que de facto se pode renascer. Vejam-se os exemplos de Cassius Clay que morreu um dia e renasceu no outro como Mohammed Ali, ou do próprio Cat Stevens que morreu numa terça feira para renascer numa quarta como um Yussuf qualquer. Ou ainda o do Santana Lopes que morreu um dia como primeiro ministro e renasceu no outro como chacota nacional! Portanto nessas coisa do renascimento nada como não ter preconceitos e ler algumas obras literárias onde se fala de Miguel Angelo, Da Vinci e mais uns quantos artistas que ao que consta trabalhavam para a rádio renascença.

2 - Depende das divindades. As divindades das religiões monoteístas são de facto omnipresentes, já as divindades das religiões politeístas não sendo omnipresentes, podem esfodaçar com qualquer um, têm imensos braços e alguns têm tromba de elefante o que para a arte do esfodamento, pode até ser uma coisa muito jeitosa!

Ainda assim e em jeito de relâmpago!

Lamento igualmente não estar à altura de retorquir a tão excelsa e deliciosa resposta e que, confesso, me fez rir até quase chorar, porque:
---- confusa?
- já lá vão os meus tempos áureos de escrita mordaz e assertiva
- por mais que tente não consigo ser tão parva
---- Vá lá, não seja tão modesta, estou certo que nem exige grande esforço para o ser!
- na verdade não me apetece raciocinar
----- Ok. Bom argumento, mas se tivesses dito que não conseguias a malta perceberia na mesma!
- e, principalmente, não me apetece refutar os argumentos que diminuem o meu poder de atracção à minha bela melena, conquanto pudesse obviamente fazer referência a outros tantos predicados que fazem com que os merceeiros e talhantes deste jardim à beira-mar plantado sejam meus fãs; nem muito menos iniciar um debate semântico; é que ele há gente muito preguiçosa.
----- Já eu temo as esteticistas. Digamos que nunca gostei dos seus objectos de tortura!

Lizard King disse...

Me,
excelente banda escolhes-te para devaneios. Só p'lo rol de musicas referidas já deu para perceber que o Jim se adequava a qualquer situação ou estado de espirito...dai que tão eloquentemente tenha dito inumeras vezes: "Loucos são os que me chamam louco, por não terem inteligência suficiente para a minha loucura."

Tenho dito !!!!

Anónimo disse...

Sem nos apercebermos, a generalização possivelmente é exagerada, regressámos aos anos cinquenta do século passado, quando o meio de comunicação por excelência era a escrita.
A chegada do correio era um acontecimento digno de reunião familiar.
Recuámos com o avanço da tecnologia, das novas tecnologias como alguns intitulam.
Perante estas prosas, apetece-me gritar:"Viva a Internet".Prontos! Já gritei...

Zé Ramalho

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

me,

:-) provocações saudáveis, até porque de facto sou um pouco tímido (ou pouco faladora - sem o vinho tinto alentejano) como dizem por aqui.

k,

eu gosto dos personagens de livros que simplesmente se chamam k..
(bom isto convém entrar de mansinho não vá avespinhar por dá cá aquela palha (expressões lindas tem o nosso país? será que não podemos ser todos do mesmo país e perceber que todos temos um bocado a mania, e isso não advém do facto de sermos do norte ou do sul?)

eu que não me chateio com os comentários dos blogs, condesso que fiquei sentido, porque apesar da música que escolhi ser uma provocação, gosto mesmo dela e não a oiço assim com tanta frequência. é que a avaliar assim uma pessoa por uma simples escolha, difícil será algum dia agradar-te, porque eu tenho muitos guilty pleasures que não escondo. mas isso não interessa para nada.

saudações cordiais

PKB disse...

Isto vai longo...

Me disse...

Bem!! Uma pessoa já não se pode ausentar para ir às Urgências diagnosticar o que já sabia que tinha (uma amigdalite das boas… com direito a 3 injecções no rabiosque e tudo…) que isto descamba logo! Ai os meninos!
Nem sei o que vos responder, por isso não o vou fazer (Não consigo mesmo! É demasiada informação!!!)
(Zé Ramalho, concordo em absoluto. Isto tem sido um espectáculo. De repente, qual grande família dos anos 50 (do século passado) vamos à caixa de correio a cada 5 minutos para ver se já caiu mais alguma coisita… Da minha parte, fico contente por poder disponibilizar este espacinho para divagações e exposições de tudo e mais alguma coisa. Muito saudável! E muito mais barato do que os CTT…)

Como diria a minha Mãe (Mulher sábia…) ou se portam bem ou ficam de castigo e digo ao vosso Pai o que aqui se passa!!! Bad mary, bad mary!!!
:)
hihihihihihihih!!!!

K disse...

Credo! Deixem-me respirar fundo a ver se consigo fôlego para isto tudo.

Piston, quererás tu insinuar que o meu direito de antena poderá aniquilar aqui o blog da ME? Oh! Não! Como poderei eu continuar a viver se tal acontecer?! A culpa corroerá todo o meu ser até ao fim dos meus dias! Oh que desfaleço! (enquanto levo a mão à testa à laia de dramaqueen)*
*(este momento teve o patrocínio do arroz Unidos Venceremos)

Vítor, Vítor, vitinho, coisinha fofa da mamã, cutchicutchi. Já te disse que me conquistaste com o teu esgar facial?? Desculpa, espasmo! Um espasmo tem indubitavelmente um outro impacto e causa uma maior estupefacção. E tu espasmas (do verbo espamar acabadinho de inventar) que é uma coisa linda!
Queres fazer trocadilhos com essa bela letra que inicia o meu segundo nome de baptismo, perdão, de registo? Ora faça favor. Nunca o fizeram e tenho curiosidade.
Não me parece todavia que renomear seja o mesmo que renascer, mas se tu o dizes e tão doutamente defendes o teu ponto de vista quem sou eu para discordar. Quer dizer, até discordo, mas não me apetece entrar por aí.
É certo que não é necessário grande esforço para ser parva até ao tutano, aliás sou amiúde acometida de ataques agudos de parvoíce, porém é algo que eu não consigo controlar e para o qual nem sempre me encontro com predisposição. Poderia eventualmente treinar mais, exercitar a parvoeira diariamente, contudo, e como já referi acima, padeço de uma maleita terrível que dá pelo nome de preguicite e que me impossibilita de sair do meu constante estado letárgico (e de raciocinar). Sim, é triste e um desperdício, uma vez que poderia seguir uma carreira de sucesso no circo ou no parlamento e assim fazer-te companhia. Eu sei que te sentes sozinho. Não escondas. Admite. Admitir é sempre um passo em frente. Nem que seja para o abismo.
Quanto às esteticistas estou contigo. Darling...(já te disse que me rendi ao teu espasmo??)

SG, tens intenções de me agradar, é? ;p Mas olha que eu não me abespinho assim tão facilmente (e daí…) nem sou uma pessoa difícil de agradar (principalmente se me quiserem agradar com umas belas garrafas de vinho, e uns queijitos, e uns enchidos, e umas azeitonitas e um pãozinho de lenha...vês? simples), gosto é do jogo da provocação. ;] E de resto concordo contigo, este país é demasiado pequeno para termos a mania! (continuo a não concordar contigo quanto à escolha da música porque prefiro outras) E quem não tem guilty pleasures? Saudações ainda mais cordiais

E depois deste imenso testamento em casa alheia, quero agradecer à ME pela calorosa hospitalidade. Só pode ser boa pessoa! Beijos para ti repenicados na tua bochecha. E as melhoras. Eu sei o que é levar injecções de penicilina (calculo que tenham sido de penicilina). E não conseguir engolir. E...bah! As melhoras querida, as melhoras! E tens razão, estes momentos foram muito saudáveis. Vá, um bocadinho dementes, mas isso foi só porque o Vitinho entrou na conversa. ;p

PKB disse...

Cara Amigdalite,

Soube que te tinhas alapado à minha amiga ME.
Sabes bem, Amigdála (diminutivo) que quando te alapas às pessoas depois começas a fazer exigências parvas. Não pode ser. Já sabemos que és uma agarrada à penincilina e outras substância. Sempre foste uma toxicodependente indecente! Mas, bolas... alapares-te à ME?!
Odeio-te, Amigdála! Larga a ME! Largaaaaaaaa jáááááááááá!

E já agora leva a tua prima Gripe U(a Pipinha) e a tua amiga Constipação (Sãozita) contigo, porque se querem alapar a mim! Humpf!

Amigdála, Pipinha e Sãozita... trio de ataque... buuuuuu! Fora! Rua! Larguem-nos!

(*depois deste momento de delírio... vou buscar mais uma embalagem de lenços de papel...)

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

k,

ainda bem que não te deu para ficares fora do sério com os meus erros, acontece. não sou tão cuidadoso nos comentários e tenho de escrevre rápido porque a minha vida não pode ser só isto :-)

vai daí que agradar, no sentido simplificado da coisa sim. mas no sentido mais prático da questão (com todos os apetrechos que referes)não era minha intenção, nunca se deve violar assim um espaço pessoal (mesmo que etéreo).
confesso contudo que não era nada que não se pudesse resolver rapidamente (escolhe a região para não falhar na escolha do vinho :P). eu sou um rapaz dado a simpatias.

e pronto tenho dito. termos um ponto de discórdia é sempre bom pelo menos para manter acesa a discussão.

cordiais saudações com um gesto mais pessoal (embora não íntimo)

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

me,

as melhoras :S rápidas

(espero que dês um correctivo a quem usou as palavras "injecção" e "não conseguir engolir" nas mesma frase :-) isto não pode ser só censurar a minha veia lasciva.

kiss

K disse...

SG (o que só me faz recordar maços de tabaco)

Os erros como trocar de letras, ou ausência das mesmas, ou palavras que se juntam, ou o camano, e que advêm da distracção e de uma certa descoordenação motora não me chateiam muito (excepto em mim). O que me tira do sério (o que não significa chateada), e para o qual sou um bocado, para não dizer muito, intolerante, são mesmo os erros ortográficos. Os meus e os dos outros. Acho que é trauma devido à minha dislexia. E porque gosto genuinamente de paixão da língua portuguesa. E das palavras. Amo verdadeiramente as palavras.

Quanto à região vinícola por estranho que possa parecer não tenho preferências concretas. Os únicos vinhos que não me seduzem são os da Estremadura. Considero-os demasiado adstringentes para o meu paladar. E a beira interior também não é muito consensual. De resto que venha. Também gosto de vinhos estrangeiros – fiquei fã das castas cabernet sauvignon e chardonnay. O único requisito, no caso do tinto, é que não seja um vinho demasiado novo – têm usualmente uma acidez mais acentuada e eu prefiro os vinhos mais velhos e por conseguinte mais maduros. Espero que tenha sido esclarecedor. ;p

Escusavas é de chamar a atenção para a gaffe cometida e ainda exigires a minha crucificação! Apre!

(temos um ponto de discórdia?!!?)

Me disse...

No meio disto tudo, só posso dizer que estou a adorar a forma tão esmerada como os meus caros comentadores se têm esforçado para bem redigir e criar comentários. Se alguma vez houve blog com comentários decentes (cheios de palavras de mil paus e frases que comprovam que a gramática portuguesa é bichinho giro com o qual se brincar), este é um deles.
Que haja paixão pela escrita!
As vossas trocas de galhardetes é hoje a unica coisa que me anima... E como falar é coisa que não me é fácil, também vou escrevendo...

E sim, (em resposta ao SG), vamos lá ter calma com a construção de frases que contenham elementos que façam descer o nível da conversa, mas que, ao mesmo tempo, lhe aumentem o interesse...

Obrigada pelas melhoras enviadas. Neste momento, garganta e bimba esquerda não estão nada bem... COFFF!
As melhoras para quem delas igualmente precisar.
Estou por aqui.

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

minha querida me,

espero que isso melhore mesmo, e rapidamente, para podermos beber um bom vinho, que tanto pode ser branco como tinto, desde que seja maduro e alentejo. estamos aqui por tua iniciativa, e seja com palavras de mil paus ou com palavras de 20 centavos, o objectivo é "ler e escrever, ajuda a crescer" :-) (prometo não usar palavrões com muita frequência)

k,

vejo que tens um gosto refinado. não me refiro à escrita, que se nota ser aprimorada, mas pelo gosto com a escolha das castas. quanto ao meu erro, repito erro, julgo que o problema foi talvez nunca ter usado a palavra. se reparares, e se realmente gostas das palavras, a palavra "bespa" passou a "vespa", o que pela lógica deveria acompanhar as derivadas. erro meu por desleixo. o livro que mais consulto ainda é o dicionário.

chamei a atenção porque, como tu, eu gosto das palavras e preciso de me punir pelos erros e negligências com o português.

(a discórdia está só na música :-)

me,

mais uma vez, um carinho precioso para a recuperação, kisses :-)

K disse...

“…vamos lá ter calma com a construção de frases que contenham elementos que façam descer o nível da conversa, mas que, ao mesmo tempo, lhe aumentem o interesse...” – Oh! Snif snif! Como me sinto castrada por não poder brincar a meu bel-prazer com a língua portuguesa que é tão traiçoeira. Mas sim, por respeito ao espaço alheio não o farei. Serei uma menina bem comportada e controladinha. Um dia, se me decidir a escrever novamente, arranjo uma casinha para mim, coloco o chinelo e o avental, levo as mãos à cintura em postura de desafio e desço até à peixeira que tenho em mim. Um dia, quem sabe. A bem ver tenho saudades. E é tão difícil cruzar-me com pessoas dispostas a ajavardar! Enfim…

É vero! Não há blog com melhores comentários do que este. Isto é um blog dentro de um blog! Vá, se calhar assemelha-se mais a um fórum frequentado por meia dúzia de gatos pingados. Mas de referência. Afinal de contas, nos dias que correm, comprar palavras de mil paus não é nada fácil! Com a decadência urbana e a diminuição dos espaços verdes é quase impossível a recolha de mil pauzinhos. O facto de haver um notório decréscimo no consumo de gelados durante o Outuno/Inverno também não ajuda em nada.

Após esta minha vã, mas de louvar, tentativa de ser tão parva como alguns, desejo-te novamente as melhoras. Sendo sincera, o principal intuito deste comentário foi só mesmo fazer-te o miminho. Vá, também foi dar o gostinho ao dedo. ;p

Beijocas embrulhadas em sonhos

(Bimba? Que raio é bimba??)
(se isto te anima e já que não consegues falar, sempre podias magicar aí um post, não? tu até tens jeito para a coisa…)
(a gramática é sem dúvida um bichinho muito giro para brincar mas, e falo por mim, existem bichinhos muito mais lúdicos ;p)


PKB, espero bem que não tenhamos que te desejar as melhoras e que a visita da Sãozita e da Pipinha seja apenas uma visita de médico. (ora bolas, isto fica esquisito)

K disse...

SG

A troca dos vês pelos bês e vice-versa aqui pelo norte é tal que se torna irrisório. E como até eu o faço com alguma frequência, em jeito de gozo, nem sempre sei quando é que do outro lado não estarão a brincar. Desde que admitamos os nossos erros, da mesma maneira que sinalizamos os dos outros (o que serve para praticamente tudo), haverá sempre paz e harmonia (deve ser a brisa natalícia a bater-me nas trombas).
Confesso que para mim um dos meus calhamaços predilectos continua a ser o dicionário – sempre gostei de o abrir aleatoriamente e descobrir novas palavras, saboreá-las e deixar-me inebriar por elas. Sim, sou uma gaja de certo ponto refinada – daí que tenham a mania de me chamar fina e de me acusarem de usar palavras caras (para mim são todas gratuitas). Nunca percebi muito bem esta tendência do portuguesinho criticar o gosto selectivo e exigente de alguém e a incapacidade de se voltar à merda depois de se experimentar o bom. No outro dia fui a uma prova de champanhes e a primeira coisa que me ocorreu foi “nunca mais vou conseguir beber espumantes”. E é assim que se lixa a vida a uma pessoa! ;p

Gata2000 disse...

Eu gosto mesmo do look National Geographic.

Me disse...

SG,
Usa palavrões à vontade, homem. Ainda por cima és de Braga!! Conheço Braga e olha que já aprendi uns palavrões novos que não sabia existirem… gente criativa e incisiva :) Ai o vinho… a pedra no sapato do Sr. Meu Pai Apreciador da Boa Pinga… Eu não bebo vinho… Apesar do tamanho e qualidade da garrafeira lá por casa, vinho é algo que nunca me entrou no goto… Infelizmente. Tenho-vos uma inveja!!! E obrigada pelos carinhos de melhoras… a ver se isso funciona a distância :)

K.,
Oh, Mulher… Eu estava só a passar a mão no pelo do SG que ficou todo ciumento por eu lhe dizer para não falar de zonas erógenas e clítoris e etcs na mesma frase enquanto tu te sais com descrições (bastante boas, até…) de zonas erógenas e não só… Oh, Mulher! Tu desabafa esse teu Wild Child! Tu atira-te para as palavras despidas e pouco decentes! Usa e Abusa. Como disse, estou a adorar :) Ajavarda, foda-se!! Não há censura aqui no blog dentro do blog… Se houvesse, seria a primeira a ser banida…
(O que é uma bimba??? Bimba é metade de uma regueifa… traseiro, ass… e a minha bimba esquerda, tendo sido alvo de agulha, está dorida… e tenho de concordar contigo quando dizes que há bichanos com maior potencial lúdico do que a gramática portuguesa… Aliás, os melhores até são aqueles que mal sabem usar a gramática portuguesa… ;) Ou não… Ou não… não reduzamos os Homens à sua função puramente sexual de satisfazer uma Mulher… Não… )

Gata 2000,
O look National Geographic tem muito que se lhe diga… Cabelos revoltos… etcs… MUITO que se lhe diga…

PKB disse...

O que uma pessoa aprende neste espaço. Castas de uvas, regiões vinícolas, bimbas, dicionários, bês pelos vês...
Vou ter e compartimentar toda esta informação porque com os espirros que me assolam, o meu cérebro está feito sopa, acho... sopa essa que, pelos vistos, me sai pelo nariz :/ (ca noijo!!!).

A Pimpinha parece que foi bater a outra porta, mas a Sãozinha quer passar aqui uma temporada. Trouxe as manigas Rini e Shinu (rinite e sinusite...) e estão a fazer um festim e mucosas!

(e cá vai mais um espirro... )

PKB disse...

manigas??? isto está bonito, está... queria dizer "amigas"... (ó meu são nicolau!)

Me disse...

looooolol!! Estás pior que eu!!!
:) É tão bom ter companhia...
:)

Vitor disse...

Ora entaõ deixa-me ir buscar as agulhas do tricot e sentar-me aqui a ler estas pérolas da literatura...

Me disse...

V.,
Mau... olha que já te disse uma vez o que te faria com umas agulhas de tricot...
;)

Lê lá, vá... ('tou mesmo a ver o que vai sair daí...)

K disse...

Ahahahahahahahahahahahah! Há muito que não me divertia tanto num blog! Posso mudar-me para aqui, posso? Eu fico ali ao cantinho enroladinha na mantinha sem fazer barulho.

Realmente não sei onde estava com a cabeça para me armar em pudica. Já havia reparado que tu recorres ao belo e profícuo vernáculo português com a mesma leveza que recorres ao restante vocabulário. E isso agrada-me porque lhes retira aquela carga ofensiva que usualmente lhes atribuem. (confesso que há coisa que me enerva solenemente – muito mais que os erros ortográficos – são os ditos palavrões escritos num código de asterisco: quase que entro em choque anafilático!) É uma das coisas que mais aprecio aqui no norte – a bem ver têm menos manias (são é muito mais bairristas e isso já me desagrada). Agora, assim quase a exigires o meu ajavardanço fico tímida e não consigo. Mas fica registado, e folgo em saber, que estou autorizada a dar largas à minha imaginação. Depois não digas que não avisei!
(ah! bimba! eu cá chamo-lhe nalga - não me perguntes)
(infelizmente há aqueles que só dá para reduzir à sua função sexual; depois há aqueles que nem isso e que deveriam simplesmente fazer o favor de desaparecer da face da terra – como os que se recusam à prática do cunnilingus – alguém me explica para que é que serve um gajo destes?! Porra, já comecei, merda!)
(como não bebes vinho?! garrafeira? grande? posso conhecer o teu pai? ;p)
(Braga tem impropérios desconhecidos? tenho que averiguar isso)

PKB, por amor de todos os santos, não sejas tão gráfica! Blhec! (não será “apenas” uma rinite alérgica??) (e ME não sejas mazinha! ;p)

Gata2000, gostei dessa do look National Geographic. Ainda me senti mais animalesca que o normal!

Vai Vitinho, vai. Presumo que a experiência seja vasta e que seja a única coisa que te consola nas noites solitárias. Olha, fazes-me um cachecol?!

Me disse...

K.,
Dás cabo de mim... mas tens razão numa coisa... Para que raio servirá um gajo que se recusa a visitar o "potezinho do mel"??? (adoro esta expressão para descrever tudo quanto seja Patareca e arredores)...
E sim, asneiras são para usar... Podias ter dito minete. Acho que ninguem te levava a mal e, convenhamos, muito mais fácil de escrever...

Vitor disse...

Carissima K.
As minhas noites solitárias conseguem ser bem mais animadas que as tua noites com companhia!
E eu até esplicava porquê, mas temo que não valha muito a pena!

Me disse...

MAU!
Novo post a caminho para desanuviar... Bad Mary, bad mary!

K disse...

ME
Quando não se tem certeza até onde se pode ir vai-se devagarinho (o que no meu caso não é difícil porque, como diz o meu estimado pai, eu tenho apenas 2 velocidades: devagarinho e parada). De qualquer modo, e como já deu para constatar, também gosto de me armar em fina e, conquanto considere minete uma palavra bastante acessível e menos onerosa que o broche, gosto muito de recorrer a palavras eruditas para descrever o que alguns (pouquinhos, gracinhas ao senhor!) consideram badalhoco. (confesso que esta conversa não tarda dá-me comichões….)

Agora, potezinho de mel?! Ahahahahahahahahahahahahah! Só se for uma diabética mal controlada com excesso de glicose nos fluidos corporais. Ahahahahahahahah! Ok, eu vou tomar o comprimidinho…


Vitinho, por acaso até gostava que me explicasses porquê…dado que não temos conhecimento de causa um do outro para fazer tais interpretações. E por estranho que eventualmente te possa parecer eu até sou bastante compreensiva. (confesso que agora fiquei na dúvida se houve algo te que melindrou, que isto da conversa escrita tem muito que se lhe diga. se assim foi, as minhas desculpas por qualquer inconveniente. sei ser bastante razoável. e odeio mal entendidos. se foi apenas mais uma resposta à Vítor, então esquece)

(ME já te tinha dito para fazeres um novo post! Eu também vou retirar-me e descansar. Beijo gordo)

Vitor disse...

K, minha prezada febre. Nada me melindrou, e tens um pouco de razão o desconhecimento de causa pode dar para interpretações digamos que... inconvenientes.
Acontece que as minhas noites solitárias, e são de facto muito animadas.

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

vou tentar ser telegráfico porque estão muitas conversas cruzadas em cima da mesa.

k,
admito os erros porque leio para aprender, e tento melhorar o meu português. para me sentir bem comigo mesmo e não por mera imagem estilística. não é por se desdobrarem os dedos em bom português, que somos melhores ou piores que os outros.

(eu vou ao dicionário depois de ler um livro. sublinho todas as palavras que não conheço ou tenho dúvidas sobre o real significado)

eu também passei a prefirar a qualidade à quantidade. mesmo nos vinhos :)

foda-se ME, eu ia mesmo dizer à k. que se quisesse peixeirada fosse a um blog de braga descer o nível nos comentários,para ela ver a quantidade de palavrões que ia descobrir, mas tu adiantaste-te...farei os possíveis por usar os palavrões na justa medida do uso que lhes dou diariamente.

então eu não posso falar em clítoris e vocês podem falar em minetes e potes de mel? qual é o critério? a ver se todos pedimos conselhos a vocês nesse arte moderna do "braço de ferro com a língua" (e esta conhecias?)

me, vai tomar um chá para aquecer a garganta :P

Me disse...

K.,
Já está novo post no ar... Beijos gordos (obesos!) para ti
:)

Vitor,
Vítor ou V.? Qual preferes agora? Hmmm?

SG.,
Podes crer. Isto está um antro. Critérios?? Hmmm... Querem ver que vou ter que criar um manual do utilizador aqui para o blog??? Olha, já nem sei. Falem de minetes e clítoris e pontos erógenos e trabalhos manuais e braços de ferro com línguas (WHAT?!?!? hehahehaheha!!!) e etcs à vontade... Não há critério. Desde que o pessoal se entenda, por mim!!

E sim, os blogs da malta de Braga merecem longas e prolongadas visitas... Muito a aprender mesmo.
:)

K disse...

Vitinho, tiraste-me um peso de cima! (hmmm....isto dava azo a interpretações erradas) A sério que não gosto de mal entendidos e de ficar mal com quem quer que seja. Sou gaiata e refilona mas de paz. Muita paz aliás (isto assim não dá!). Mas...febre?! Prezada febre?!
E quem sou eu para duvidar que os teus momentos solitários são animados! Aliás, até eu tenho momentos solitários deveras animadíssimos! Quem não os tem? Já não posso é concordar (nem discordar) quando dizes que as tuas noites solitárias são melhores que as minhas noites acompanhadas, uma vez que não temos qualquer base de comparação. Mas tendo em conta que eu durmo com o doido do meu gato és bem capaz de ter razão. ;p

SG
Obviamente que não é pelo português que somos melhores ou piores que os outros! Apenas me custa que hoje em dia se maltrate tanto a língua portuguesa. E que não se valorize mais. Só isso. E também como tu vou frequentemente ao dicionário quando leio um livro (lembro-me em particular de um livro do António Vitorino de Almeida que me obrigou a recorrer ao dicionário como nunca!). Mas confesso que gosto da parte esteta da coisa, de pegar nas palavras quase como se fossem objectos de decoração. Agora sugere-me lá um blog bracarense para eu averiguar se é mesmo assim como dizes (de qualquer maneira eu trabalho na zona de Campanhã e em alguns dos piores bairros do Porto e presumo que nada me irá surpreender...)

ME, já vi e vá vou responder mesmo não fazendo a mínima ideia do quê! ;p

Me disse...

K.,
Fico contente por ver que tu e o Vitor estão numa de fazer as pazes... Peace ad Love, minha gente...
Blogs de Braga... Tens de visitar o do SG... Link na minha lista de links... Blog dos 5 P's. A partir daquele, aconcelho o Armando da Verdade... MUITO BOM :)

Fico à espera de resposta... :) E olha que sabes... sabes.... São tão fáceis!!!

Me disse...

Ai... errata a comentário anterior:
Peace AND love
Aconselho...

Eu estou doente... tenho muita coisa adormecida no meu corpo... incluindo os dedos... :(

Vitor disse...

Mas quais pazes, quais peaces, quais loves...
Mas temos aqui mariquinhas ou quê!?

Que coisa...
Um dia destes ainda pensavam em tricotar-me uma camisolinha de lanzinha por causa do friozinho!
Querem ser boas pessoas vão dar sangue...

omessa!

Me disse...

Pronto! Temos o Vítor, não o V. Está visto!!!!
Querem ser boas pessoas vão dar sangue??? Oh valha-me caredo!

Caralhos me fecundem se eu algum dia me iria dar ao trabalho de te tricotar uma camisola... coubesse ela onde coubesse!!! Com as agulhas já te disse o que faria... Isso já. E acredita que é uma bela imagem que de vez em quando me alegra os pensamentos!

E lá voltamos nós às cenas sado-maso... tu gostas é que te batam... Aconselho (com um "s") visita a post mais recente... também há por lá coisas dessas...
Atão e tu? Se realmente quisesses ser boa pessoa? O que farias tu? Dar sangue nunca chegaria!!!

SMILEY COM A LÍNGUA PARA FORA PARA TI!!!!!

PS: Hom'essa uma ova! Ehhh!

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

k.

dicionário? mário de carvalho "Fantasia para Dois Coronéis e Uma Piscina". se não leste nada dele vais ver que não há pior. obriga a uma constante paragem :-)

e não deves surpreender-te pelo que se passa lá. era uma ideia, mas está visto que por onde trabalhas não devem faltar pérolas...(deixa ficar por aí alguns piropos do porto :-)

saudações

K disse...

Vitor, peso menos de 50kg logo estou impedida de dar sangue. Isso significa que não posso ser boa pessoa?! (tenho para mim que tu deves ser uma excelente pessoa)

E ME, nós não nos chegamos realmente a chatear para fazer as pazes. Digamos que houve uma pequena dúvida e que se esclareceu tudo. De qualquer maneira gostava de saber o que lhe fazes com as agulhas de tricot. ;p

SG, obrigada pela sugestão. Quando a preguiça me permitir ler a montanha de livros que tenho lá para casa prometo ir à biblioteca ver se tem esse.

Me disse...

K.,
O que faria??? Exactamente o que estás a pensar
:)

K disse...

Quê? Enfiá-las uretra acima?! (ui! que até a mim me doeu!)

PKB disse...

Kapa, pá,
Não me retires o prazer de dramatizar a minha rinitezinha alérgica, então?
Estou aqui a espirrar os miolos... deixa-me ser um pouco gajo e dramatizar... aaaatchiiiimmm... aaaiiii... estou a morreeeerrr... aaaaaaiiiiii.... lá foi mais um pouco de massa encefálica pelas narinas....aaaaaaiiii aaaiiii aaiiiii.... aaaaaaaatchiiimmmm.... uh...

PKB disse...

Afinal a rinite quer ser importante, K.... ://

K disse...

PKB, se reparares bem eu pus a palavra apenas entre aspas. Eu sei bem o que isso é e sei que não é simpático. OK, não se compara a uma gripe ou uma amigdalite, mas os espirros constantes, aquela sensação de entupimento que até pela boca parece que custa a entrar o ar, a por vezes dor na moleirinha e febre lenta, e aquela gosma agarrada às paredes das narinas que quase faz explodir o cérebro na vã tentativa de expulsá-la, é incómoda sim senhora. Já para não falar do nariz que fica em ferida. Mas isso está pior é?

Me disse...

Desde descrições de pontos erógenos trabalhados a revistimentos mucosos das narinas entupidas e a tosse com massa encefálica pelo meio, estes comentários estão um espectáculo!
Desejo apenas acrescentar que, desde ontém, cerca das 23:30... que tenho novo furo na nádega (desta feita a direita para equilibrar rácio nalgas/dor) para ajudar ao problema da garganta. Vá-se lá perceber a ligação entre as nalgas e a garganta... mas pronto. Suponho que para dores nos joelhos uma massagem na zona circundante à orelha esquerda também surta efeitos. Não sei... Percebo muito pouco de medicina...

Vocês são um espectáculo

:)

PKB disse...

Afinal é uma fariginte, K. É uma misturada de coisas, embora não seja tão mau como a amigdalite da nossa querida Me.
Espero estar fina na 2ª feira! Entretanto cá me fico com os espirros, a tosse (pois, agora é a tosse) e a ranhoca! bleah!

Beijinhos!

PKB disse...

Me,
Realmente devias transcrever estes comentários para texto principal no blog eheheh =)

As melhoras, minha querida! Beijinhos!

Me disse...

HA!!! 3 injecções depois (a esquerda foi a mais sacrificada), tenho bimbas quase refeitas e garganta muito menos sensível. Estou no bom caminho.
Espero que quem mais precise de se meter bem, rapidamente o fique
:)

beijos

PKB disse...

COOOOOOOOOOOOOOOOFFF! AAAAAAAAAAAATCHIIIIMMMMMM! *WUSH WUSH WUSH* (som de assoar)

Aaaaaaiiiii... eu cá estou a purgar todos os meus males.... ainda vou tendo algum cérebro.. não sei até quando....://

K disse...

PKB, vai na volta a faringite deveu-se à sinusite e toda a porcaria a escorrer para a garganta...blhec! Realmente andamos muito gráficas. ;p E olha, a melhora para as duas. Desde que não me toque a mim...;p (não quero ser mázinha, mas conheço por experiência própria ambas as situações e não me apetece! bah!)

Me disse...

hehahehaheha!!!
Nunca te pegaria uma coisa destas ou daquelas...
:)