22.6.10

Intolerâncias (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!)


imagem: google

Sou uma intolerante. Sou uma discriminadora intolerante. Sou uma discriminadora intolerante e conservadora.
Cheguei a esta brilhante conclusão em relação à minha pessoa devido a precioso auxílio de elemento da ala masculina da nossa raça. Os homens conseguem ser tão prestáveis.
Ao que parece, lá por eu não gostar de sexo ocasional com homens com idade para serem meu Pai, eu sou conservadora. Para além de conservadora, sou intolerante porque não tolero nem dou bola às insistências (chamemos-lhe assim) provindas de quem tem idade para me ter mudado a fralda.
Admito a minha total concordância para com esta acusação/crítica. Bato palmas, até! Apenas lamento que tais percepções não sejam suficientes para impedir manifestações de vontades alheias... Pelos vistos sou demasiado discreta.
Com base na argumentação apresentada, sim, sou conservadora, intolerante e pouco cagando-me para aquela coisa da amnistia internacional e da carta dos direitos fundamentais do Homem quando se diz que não se deve discriminar alguém com base no sexo, orientação sexual, religião… blah, blah, blah… e idade. Eu discrimino! Eu não tolero! Eu … ahhh…. conservo!
Conservo o meu direito a ser intolerante e a discriminar com base nos critérios que bem me apetecerem! Tendo por base que a patareca é minha, eu até posso discriminar e ser intolerante para com quem não apresente tamanho de unhas adequado, cor de cabelo mais aprazível ou tamanho de enchumaço nas calças mais apetecível! Eu é que sei!
E não, não gosto de homens mais velhos. Nem dos mais novos gosto, quanto mais! E agora??!?!
Tenho sido alvo de várias (demasiados!) das tais ditas manifestações de interesse por parte de homens já feitinhos na vida, casados há décadas, com filhos por vezes mais velhos que eu, com idades que me fazem ter dúvidas quanto a poderem ser meu Pai ou meu Avô, e não faço a mais pálida ideia do porquê! Se há coisa que eu sei que não faço, independentemente da quantidade de álcool ingerido, é atirar-me ou permitir que homens mais velhos se atirem a mim! Não lhes bato com uma vassoura caso se aproximem, mas também não fico por perto para ter que ouvir aquelas palavras tão bem estudas e tão bem consideradas como fazendo a diferença entre os meninos e os homens. Eu quero lá saber da lábia de um gajo quando tudo o que me vem à cabeça são barrigas de cerveja e mãos calejadas e rugas na cara e cabeças carecas e outras coisas parecidas e que agora não vou referir porque não quero ficar mal disposta! Vêem o estado em que fico?! Já viram este descomunal uso de pontos de exclamação!?!?!?!
O que à primeira vista poderia ser visto como sendo um elogio, como sendo algo do qual nos “orgulharmos”… o que poderia parecer como sendo algo de enaltecedor (ter homens mais velhos, mais vividos, mais sábios… mais selectos, etc., interessados em nós), para mim não o é nem à primeira, nem à segunda, nem à centésima vista! É-me ofensivo! Mas que raio querem de mim?! Ensinar-me os caminhos do amor e depois voltarem para casa e refilarem com as mulheres por o jantar não estar feito a horas? Mostrarem-me como os homens mais velhos têm uma compreensão diferente das necessidades de uma mulher? Ou apenas querem uma carinha laroca ali ao lado para lhes insuflar o ego (e não só!) e afastar a ideia de que as respectivas masculinidades (leia-se pilas) há muito que foram varridas para a rua?! Se eu aceitasse tais propostas, isso significaria que afinal não tinham morrido para a vida?! Que ainda suscitavam interesse em alguém?! Eh, pá, tudo muito bem, mas porra, escolham outra! Eu não sou um “penso rápido” para ninguém! Muito menos tenho estilo para amante! Não consigo sequer imaginar-me a ter um relacionamento para além de amizade com alguém mais velho. Mas é que não imagino mesmo! Nem em termos românticos, nem em termos íntimos, nem em termos do raio que os parta todos ao meio várias vezes!
Por muito kinky que possa parecer a perspectiva de tratar alguém por você enquanto se manda uma trancada, prefiro fazê-lo sem ter que ter a máquina da pressão arterial ali ao lado!
Ganhem juízo, porra!!! E merda para os pontos de exclamação!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

51 comentários:

Anónimo disse...

Memé, pá, eu, do alto dos meus cinquenta e oito anos bem vividos, pá, queria perguntar-te se porventura terás interesse em dar uma voltinha comigo.

É só para ver as vistas.

Se não gostares, pá, vestes-te e vais-te embora.

chOURIÇO

Me disse...

Goza, goza... Esta merda tem sido um tormento!! E tu não me atanizes a pachorra, oh velhadas!

Ouvi dizer que há uma promoção especial no Continente... Fraldas Sénior a metade do preço...

Anónimo disse...

Fraldões in Continente?

E o que é que eu tenho a ver com isso? Uso tena-lady que dão bem mais jeito e fazem um enchumaço no entrepernas muito maior.

Então, como é? Vamos à voltinha?

chOURIÇO

Me disse...

Oh, caredo.
Voltinha?
Levas a cadeira de rodas eléctrica ou vou ter que empurrar outra vez?
Hmmm?

Anónimo disse...

Vamos mão-na-mão.

Não gostei do último empurrão que me deste. Se fosse outro, diria que não gostaste de encontrar aquelas pessoas enquanto íamos assim. É que até parecia que tinhas veergonha de teres um senhor de provecta idade, mas bem-posto, a passar-te a mão pelos ombros.

Não percebi, mas enfim...

E a voltinha, como é?

chOURIÇO

Me disse...

Mão na mão?
Levas a bengala?

E não, chuchu... não tenho vergonha nenhuma de me passares a mão pelo ombro. Mas aviso-te desde já que se a tentares passar por outro sítio qualquer, corto-te o tubo do oxigénio.

Fofinho.

Anónimo disse...

Não sei se alguma vez viste um filme do... como é que ele se chama... vou resistir à tentação de ir ao google... o realizador do Twin Peaks... Ah, o David Lynch! o Blues Velvet, que tinha uma cena que envolvia a inalação de oxigénio pura para coisa e tal...

Bem, aqui há uns anos li uma notícia num jornal acerca de um deputado inglês, um tal de Lorde coiso-e-tal, que foi apanhado morto com um saco de plástico enfiado na tola (a que tem orelhas), e que envolvia a privação de oxigénio para a prática sexual.

De qualquer dos modos, memé, acho que vais no bom caminho quando me propões uma ou outra coisa.

chOURIÇO

Me disse...

.I.

Anónimo disse...

*Blue
**para
***coiso-e-tal

Porra, que tou mêmo velho!

chOURIÇO

Me disse...

(com todo o respeito, claro...)

Anónimo disse...

Que engraçado, memé.

Também te mando um aceno de aqui de onde estou. Não sei é fazer esses bonecos.

chOURIÇO

Me disse...

É o que dá meter-se com alguém jovem e inconsequente!

E a Barbi que me prometeu?!?!!?
E as chiclas?!!?!

Anónimo disse...

Tem lá calma.

Também não pode ser tudo de uma vez, não é?

Espera aí um pedaço, que vou ali a casa jantar, que minha Jesuína já tem de ter o jantar na mesa a esta hora.

Voltarei mais tarde, sim?

A sobremesa é tart.

chOURIÇO

NG disse...

No coments!!! Lol!

O Tarado disse...

O que me preocupa é que só aceitas espécimes do sexo oposto que tenham exactamente a tua idade. Nem mais velhos nem mais novos. Irra. Ao segundo?

Vá não sejas assim. Se eu não fosse um homem cheio de mulheres na vida, arranjava-te um espacinho. E não sou assim tão velho :D Mas acho que te podia ter mudado as fraldas mesmo assim :D

E olha... sabes o que te digo? tens cara laroca. Os tarados (leia-se homens de meia idade ou mais que querem desesperadamente recuperar a sua juventude) sentem-se atraídos por caras larocas. Preocupa-te é quando esses tb já não quiserem nada contigo :D Até lá mantém-os de água na boca :D

K disse...

quem foi o acéfalo que emitiu tal opinião acerca de ti?! raios....

PKB disse...

eheheheh É engraçado, porque fundamentalmente penso como tu. Só que há tempos a vida pregou-me a partida de me dar a conhecer um homem interessantíssimo, charmosíssimo, queridíssimo e muito atraente que tem 21 anos mais do que eu. Quando soube a idade que ele tinha, caguei para isso. Continuou e continua a ser para mim um homem por quem me sinto atraída e de quem gosto muito. Mas é uma excepção à regra. Enfim, amiga... cada uma de nós tem critérios, não é? Também não dou a "passaroca" a qualquer um que apareça a candidatar-se a utilizador... Beijinhos!

Me disse...

chOURIÇO,
Atão, como correu a janta??? A tart? Estava à altura???

Me disse...

Tarado,
Nada disso.
Tenho um limite de 7 para mais velho... 2 para mais novo... Tenho tudo estudado... :)

Nos entretantos, cá me vou desviando.

Me disse...

K,
Huh?!
Qual opinião?
Eles lá têm opinião! Ideias, têm. Lá isso têm. Oh-oh!!!

Me disse...

PKB,
Tudo muito bem... mas... mas! Teriam de ser 21 anos muito bem disfarçados. MUITO bem disfarçados. Mesmo (meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeesmo).

Me disse...

NG,
No comments?
Então, no answer!
:P

K disse...

a opinião de que és uma discriminadora intolerante e conservadora!

K disse...

hmmm......quanto aos teu limites de idade....acho que os meus são mais o inverso disso....o que não abona a meu favor! damn it!

Me disse...

A opinião veio de quem levou com os pés... claro...

Quanto ao que abona ou não a teu favor, não sei, nina. Talvez tenhas problemas com a tua idade...
:P

gajo disse...

Sinceramente, estou-me a cagar com quem tu fodes, já que não é comigo, tanto me faz.
Espero é que te fodam como tu gostas.

Porreiro estares de volta.

Me disse...

Olhó Gajo.

Foda-se. Podias ter feito a tua re-entrada aqui de uma forma mais... ahhh... subtil? Não?

E é por saber que tu e outros se estão sinceramente a cagar em relação a quem eu fodo ou não que eu não falei desse assunto.
Falei dos que nunca foderia. Há diferenças. Talvez um dia passe a incluir nomes...

É porreiro estar de volta.

PKB disse...

Eu também fiquei surpreendida, Me. Acredita. =))

O Tarado disse...

Eu é mais para menos até ao limite dos 18 anos de idade :). Sim gosto de mulheres mais novas. Acho as mulheres da minha idade ou pouco mais novas uma seca. Já estão chateadas com a vida e parece que a partir dos 40 começam a usar da sua experiência para fazerem de nós gato sapato.

No entanto as mais novas têm sempre uma chama pela vida e por gozar a vida, que se identifica plenamente comigo. E energia.:)

Mesmo quando era adolescente namorei sempre com raparigas mais novas 1 ou 2 anos.

Defeito ou não não sei. Só não compreendo aquela malta que diz que já não tem paciência para aturar malta mais nova. Eu acho isso balelas. Eu já fui jovem e considero que continuo jovem. Sou alias como reconhecerás por esta altura... um puto que de cota só tem a idade :) E é tão bom ser assim.... :D

Por isso quando vejo alguém como tu dizer que não andaria nunca com uma pessoa que lhe podia ter mudado as fraldas... fico preocupado. Essa merda pega-se e depois olha... qq diz vejo-me reduzido a poder estar só com gajas da minha idade. YUCK!

g2 disse...

Sou da sua opinião, Me, também não gosto de homens mais velhos.

:))

O inconformado disse...

Gosto muito do teu texto e tal mas, falas assim porque tens a idade que tens ;)

Daqui a uns aninhos vamos ver se não vais gostar de ter um homem mais novo a olhar para ti com olhar de desejo. Até vais bater as palmas de alegria. Discrimina enquanto podes, estás no teu direito (e ainda na idade). Não te sentes atraída por rugas, cabelos brancos, corpos menos "capa de revista". Estás no teu pleno direito. Lembra-te é que o teu corpo não está imune às marcas do tempo e também irás lá parar um dia. E quando deres por ela estarás a ler um blog de um "puto" qualquer 10 anos mais novo a dizer que "Gajas mais velhas?!?! Tão parvos ou quê? Cotas? Com rugas? Nalguedo descaído e a tentarem ser jovens fora de época?!? Naaaah!!!!"... e estarão a a pensar em de ti enquanto discriminam ;)

PS: os teus 7 anos não estão mal para limite superior. Eu, como homem mais velho que tu (quase fora dos teus 7 anos de limite) ando feliz e contente da vida nos 13 anos de limite inferior e digo-te que até à data ninguém reclamou da minha idade, jovialidade ou falta de "garra"... ;) ou seja... moça satisfeita. E bem gira, diga-se de passagem, com uma data de moços da idade dela que gostariam de estar no meu lugar :)))

A vida já é lixada como é, mas ainda mais lixada se torna se fechamos todas as portas e janelas com tábuas e deixamos só o buraco da fechadura para alguém entrar ;)

Me disse...

Eh, pá!

Ok.
Então, eu explico melhor.
Não quero homens com 63 anos atrás de mim. Nem com 54. Nem com 49. Nem essas coisas assim. Não quero e pronto!

Também não quero homens com 24 e 26 atrás de mim.

Pelo que conheço, pelo que sei e pelo que vejo pelas minhas convivências, existem coisas que ultrapassam certos limites em termos de gerações e idades. Há limites a partir dos quais se deixa de ter seja o que for em comum.
Não digo que não haja gente perfeitamente feliz e satisfeita numa relação assim, não digo isso. Eu conheço casos! Dos bons!

Apenas não quero isso para mim. Pode ser ou não?
Ainda que tenha a ver com o lado físico da coisa, porque tem, o que mais me repele é a espécie de paternalismo com que armam as suas investidas. Detesto isso. Não sei tudo, nem tenho a mania que sei, mas porra, também não preciso que me digam "ainda és nova..." e afins.
Quero descobrir coisas e viver coisas e ter coisas e ser coisas com alguém para o qual eu possa contribuir, tal como essa pessoa pode contribuir para mim. Não quero alguém que faça o caminho comigo dizendo "ali à frente há uma curva... já aqui vim". Ou então alguém que me pergunte "O que há ali à frente... já aqui vieste, deves saber".
Lamento. São ideias. São convicções. Todas elas sujeitas a serem alteradas, obviamente. Façam-me crer! Prove Me wrong!
Até lá, prefiro alguém com quem me possa relacionar numa base mais comum, num contexto mais próximo, no ambiente mais confortável e conhecido dos dois.

Posso?

O inconformado disse...

O que tu não queres é outro tipo de relacionamentos. Esses "tipos" que descreveste são na sua grande maioria aqueles que tiram a aliança para ir até ao bar da esquina mandar piropos às moças mais novas. Normalmente essa trupe tem uma postura paternalista até com o próprio pai, ou mãe, vá...
Acho que acima de tudo o cerne da questão é a maturidade das pessoas envolvidas e a sua capacidade de adaptação. Não partilho das mesmas recordações de infância com a outra pessoa? Não tenho os mesmos pontos de referência infanto-juvenis? Verdade, é um facto da vida. Poderei criar novas referências e pontos em comum? Claro que sim. Algo que já aprendi com a vida é que não há formula certa nem forma errada para se viver. Cada caso é um caso, cada relacionamento uma escola nova, com novos professores.

Fazes bem em te manter afastada dos velhos babados com a mania de engatatões. Esses nem ao menino Jesus interessam ;)

Quanto aos relacionamentos paternalistas e cheios de "cuidado que vais cair", "Olha a próxima curva tem buracos...", "Eu já passei por isso e já sei o que é, não faças igual...", tem cuidado porque existem em qualquer idade! Falo por experiência própria! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Anónimo disse...

E a voltinha?...

chOURIÇO

O Tarado disse...

Tanto paleio e se eu te aparecesse a frente aposto que não me resistias. Sou assim... mesmo bom. E experiente. E comprido vá. Tenho o nariz grande. Acontece.

E por falar nisso pelos vistos há aqui mais gente mais VELHA que tu. Pelos vistos só atrais cotas aqui para o tasco :) Espero que tenhas mais sorte aí no tasco verdadeiro :D hehe.

NG disse...

Sabes que não posso comentar nada acerca disso!
Temos opiniões muito contrárias!
E nada melhor do que se respeitar a opinão de cada um.
Eu seria a última pessoa a comentar o que disseste porque sou contra tudo o que tu pensas acerca deste assunto! Como tal, no coments!lol

Lorenzo Monsanto disse...

Gosto do "M" no cabeçalho do blogue...Sério. Está poderoso.

Miguel Oliveira disse...

Uma coisa são Homens mais velhos... Outra coisa são ranhosos com mulher e filhos, muito pró-família que se metem (ou tentem meter-se) em altas cavalarias, sem terem arcaboiço para tal... Já vi gente a fazer com cada figurinha...

K disse...

Bem, provavelmente tenho mesmo problemas com a minha idade. damn it! ;D

Me disse...

Bem, agora que penso que tenha terminado o meu Reino de Taberneira, vamos lá ao que interessa.

Estão todos bem? Oui? Então, butes nessa.

Inconformado, Concordo mais com o teu segundo comentário. Isso de criar memórias comuns é efectivamente o que todos nós fazemos. No entanto, ter alguém comigo que seja mais novo que a minha irmã (daí os dois anos de "limite" inferior) ou alguém que seja da idade do meu Pai (e que, nalguns casos, até o conhecem...), é-me difícil dar a volta. Há que haver um lugar ou uma fase de vida em comum. É claro que as pessoas chegam a estas fases em diferentes alturas, e quem hoje tem 30 pode muito bem estar "ao nível" de quem tem 24, por exemplo. Tudo muito bem. Mas isso, como disseste, são casos. E casos são casos.
Ainda ontem tive este tipo de conversa com jovem mais novo que eu. Ele também não queria crer no que lhe dizia. Comecei a perguntar o que queria da vida... o que queria para os próximos 3-4 anos. Não me soube responder lá muito bem. Mas eu soube responder. Nem que tenha sido em traços gerais. Há diferenças. Há. E as pessoas podem atenuá-las... podem. Crescer juntas... rejuvenescer juntas... tudo. Mas, e agora chama-me preguiçosa se quiseres, penso que é mais fácil quando as idades são mais próximas. Prontes.
:)

Me disse...

chOURIÇO,
Podes ir dá-la quando quiseres.

Me disse...

Tarado,
O Tasco verdadeiro provou ser uma real prova às minhas capacidades de bem mastigar informação...
E sim, ao que parece tenho tendência a atrair ou os muito mais velhos, ou os mais novos. Os meios-termos? Ou não existem ou andam fugidos. Vá-se lá perceber...
Em relação ao resto:
:PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

Me disse...

NG,
Toda a razão. Temos opiniões discordantes. É justo, mulher! Mais que justo.
Mas olha que para quem não ia comentar... até que comentaste!
:P
Tonta.

Me disse...

Olhó Lorenzo!!
Olá!

Aquilo é um "O", um "M" e um "Q"...

Quem desenhou o logo agradece tamanho elogio
:)

Me disse...

Oliveirinha do Norte,
Sim, uma coisa são homens mais velhos, outra são aqueles que acham que seria giro ter amante mais nova. Estes, os últimos, provavelmente ainda dizem não fosse pelas amantes e há muito que o casamento que têm teria dado para o torto...
Há cínicos e depois há Cínicos.
Não quero nem uma coisa nem outra...
E tenho tendência a ser mais brutinha com os mais novos do que com os mais velhos. Lamento, mas quando trato alguém por você e esse tratamento é por instinto (fui bem educada, porra), lá consigo eu imaginar ou experimentar outras coisas? Caredo!!!

Também já vi gente a fazer muitas figurinhas... :)

Beijo-te.

Me disse...

Kapa do meu Coração,
És uma tonta.
:P

Mas gosto-te na mesma, pá. Mesmo que já sejas cota e bem acabadinha
:D

K disse...

Tu gostas-me exactamente por eu ser tonta. É que bem vendo tu também não bates lá muito bem dos cornos. Deixa é o cota para lá antes que azedes a nossa amizade!

Voltando à questão das idades, e tal como dizes, o melhor é mesmo alguém que tenha por volta da nossa idade. Prefiro, sem dúvida. Quero pá. Mas tal como dizes são difíceis de encontrar, porra! Encontrar um cuja idade mental corresponda a idade real ainda deve ser tarefa mais hercúlea. 'Tamos tramadas! Damn it! ;p

O inconformado disse...

Me, comentando o teu comentário... onde eu quero chegar é que determinar tudo somente em função da idade é de certa forma redutor. Torna a coisa fria e mecânica. Tipo: "A e tal, até te acho interessante mas tens menos dois anos (e uns pós) do que eu... desculpa mas... noutra vida". É como eu estabelecer os meus relacionamentos somente pelo peso da pessoa. Só me sinto atraído por pessoas com XX,749 gramas (preencham os XX). Fora desse peso por muito encanto e experiência que essas pessoas tenham... nã. Não me consigo imaginar com uma pessoa assim... arrepios!!!

Espero que percebas o meu ponto de vista mais moderado ;)

Em resumo: a vida é surpreendente, e mais surpreendente será quanto mais portas deixares abertas.

PS: há uma coisa que concordo contigo, apesar de entender que não está directamente relacionado com a idade: pessoal que não se enxerga e que acha que continua a ser engatatão, mesmo estando fora de prazo ;)

Me disse...

Inconformado... Penso que terei dito várias vezes que estas coisas eram sujeitas a alteração... Eu disse que prefiro, não que "apenas admito".
Até disse, creio eu, Make Me believe!!!

Mau!!!!!


K,
:P
:D

O inconformado disse...

Me,

Respira fundo vá... e para que "Make Me Belive" se tornasse realidade tinhas de andar uns tempos aqui com o quase cota.
Oooops! Eh pá! Assediei uma "pita"! À frente da taberna inteira!!! Tou lixado! Lá se vai a minha reputação de garanhão quase fora de prazo. E agora, o que será da minha vida? Raios!

:P :P :P

Não te chateies que eu também não, maaaauuu!!!

Me disse...

Mau digo eu, olhá porra!!!

:PPPPPPPPPPP

SIGAAAAAA!!!!