21.10.08

Quais título quais carapuça quero lá saber da merda do título!

imagem: imagem!?!?!? imagem!?!?! é preciso estar sempre a dizer, porra!?!?! merda prás regras da merda das cenas de autor e o raio que o parta a todos merda!
Eh pá. Estou mesmo fecundada. Mesmo, mesmo, mesmo. Muito zangada mesmo com a presença de certas pessoas neste mundo quanto mais na minha vida. Foda-se para esta merda toda oh caralho puta que pariu esta merda! Mas porquê???? Porquê Eu?!!?!?!?! Porquê!?!? EU NÃO MEREÇO!!! Foda-se. Se fosse uma colega de trabalho, era fácil de resolver. Mas, não. Não tenho essa sorte. Não. Tinha de ser outra pessoa qualquer à qual eu pura e simplesmente não consigo fazer nada. Nada mesmo. Nem atingir, nem fazer um risquinho que seja. Quer dizer… eu até podia. Eu até sei como!! Mas não. Como sou uma Gaja Séria (foda-se para a seriedade!) não faço nada. Nada. Porque é esta pessoa não passa, assim de repente, a sofrer de ataques de borbulhas no cu ao ponto de não se conseguir sentar???? Porquê, vosso deus??? Porque esta pessoa não pode ser alvo de um raio de um poste caído assim bem mesmo no alto dos cornos?!?! Porquê!?!?! Caem tantos postes em Portugal!!! Porque é que esta pessoa não pode de repente ser repatriada para a Etiópia ou país igualmente agradável??? Brasil!!! Isso!!!! Porque é que não aparece um fiscal das finanças assim um belo dia, logo pela manhã, dizer que a vai levar presa por não ter pago o imposto da Estupidez Humana??? Porquê?!?! Mas porque é que não se abre um buraco na estrada para levar esta pessoa para o mundinho lá em baixo, onde estão os vermes parentes da mesma??? Pelo menos ficaria em família!! Porque é que não há descarga de electricidade assim bué da grande quando está a tomar o banho??? Porquê!??! Tanta gente a levar com electricidade pelo cu acima todos os dias e esta pessoa nem uma pinga!!! Foda-se que há injustiça neste mundo!!!! Eh, pá. Tanta merda que corre mal todos os santos dias neste mundo. Tanta. E nada atinge aquela pessoa, porra! Nada! Deve ser imune… a maldade e ruindade têm essa vantagem. Vai vivendo a sua vidinha como se nada fosse, provocando o caos (que adora provocar…) e deixando os outros para trás para resolverem as merdas. Foda-se! Porquê Eu, vosso deus!?!?!?! Porquê EU?!?!?!?! Se alguma vez houve pessoa que me entrasse pela vida a dentro sem eu pedir e contra a qual eu gostaria de bem encaixar a minha mão direita transformada em punho, esta em particular leva a medalha de ouro. Mão transformada em punho com sucessivos encontros na direcção da face da criatura. Pezinho transformado em pontapé sucessivas vezes contra a zona dos rins, estômago e garganta. Os gentitais!! Ahh os genitais!!!! Esses levariam tratamento VIP de modo a garantir que nunca mais houvesse possibilidade de procriação!!! FODA-SE!!!! Ahhh, misericórdia! Tem pena de mim! Nem a merda de um perna partida, foda-se. Nem um torcicolo daqueles assim bem violentos que até caganeira provocam (nova estirpe). Uma infecção urinária que obrigasse ao uso de fraldas!?!?!?!?! Não!??! Porra, eu não desejo mal a ninguém. Menos a esta pessoa em particular. Acho que por muito mal que lhe acontecesse, por muito mal que lhe corresse a vida, por muito grave que fosse o acidente quasi-fatal com a torradeira, nunca, mas NUNCA eu iria sentir a mais leve brisa de pena ou remorso ou nada. Nada a não ser uma profunda sensação de contentamento por esta pessoa estar em sofrimento, com ou sem as fatias de pão bem entaladas pelas narinas acima, com ou sem a capacidade de defecar sem ser necessário utensílio de auxílio. Não há nada, mas nada mesmo de bem que eu lhe possa querer. Nada. Até mesmo atropelar esta pessoa com o meu Brutus seria demasiado bom. Coitadinho do Brutus. Todo sujo de sangue e tripas de gentinha rasca sem cérebro, sem moral, sem uma pinga de bom senso, sem um bocadinho que seja de humanidade, de sensatez, de sentido do ridículo. Nada. Conheço o exemplo perfeito de alguém que é um desperdício de ar. É isso que esta pessoa é. Um desperdício de ar. Um erro da natureza. Uma não-conformidade do universo. Uma pedra no sapato do Criador. Não faz cá falta nenhuma. Nenhuma. Nenhuma. Nenhuma. Foda-se merda para esta bosta. Fico mesmo, mesmo, mesmo zangada. Foda-se! PS: Acreditem que a única coisa que me deixa minimamente satisfeita no meio disto tudo é saber que esta pessoa me detesta a mim 100 vezes mais (ou mais!! hihihihihihhhi!!!) do que aquilo que eu a detesto e odeio e desprezo e quero mal... Oh, sim. É a única coisa que me deixa verdadeiramente contente. É saber que esta pessoa vive mais corroída do que eu. Mais fecundada ainda do que eu. Fodida mesmo. Muito mais do que eu!! HA! HA! HA!!!! HA!!! HA!! HA!!!!!!!! :) :) :) :) :)

13 comentários:

Anjo disse...

Uau!!!
Isso não esta fácil:)))

Bj

Anjo

Me disse...

Dasse. Podes crer que não.
E quem me dera que estivesse, mas pronto. Ehhh.
:)

efe disse...

É amor, tá visto!

Me disse...

Olá Efe,
Não, não é. É tudo menos isso. Posso ter brincado um cadito... muito, ok, pronto. Mas não. O único amor aqui é o que tenho pelo mim própria e que me ajuda a uma melhor (possível) auto-preservação... Nomeadamente ao nível dos punhos e pés ;)
No love here!
Obrigada pela visita!
:)

Vitor disse...

Olha eu conheço uns rapazes que têm uns amigos que sabem de umas pessoas que gostam de partir pernas!

Se quiseres...

Anónimo disse...

GRANDE MAU KARMA! JÁ SABES, COMO DIZ O VELHO DITADO, SEJA O BOM OU O MAU: "QUE TENHAS EM DOBRO O QUE ME DESEJAS A MIM".

Ana disse...

Nada melhor que um bom desabafo! Haja saúde, amiga! =) Dassssss!

Anónimo disse...

Isso não foi nada mal dado!?

Me disse...

Vítor,
Eh, pá... que tentação... Vou guardar essa informação... não vá ela ser necessária... :)
Tankiú!!

ANÓNIMO/A,
YÁ, MEU/MINHA! PODES CRER! BUÉ MESMO!
E?
NO FINAL DO POST DIGO QUE O MAL QUE EU QUERO A ESTA PESSOA NÃO CHEGA NEM AOS CALCANHARES DO MAL QUE ESSA MESMA PESSOA ME QUER A MIM. ACHO QUE NA BALANÇA GERAL DO KARMA, ESTOU A PERDER... OU A GANHAR... DEPENDE DA PERSPECTIVA DA COISA.
DIZIA O OUTRO: AMAMEM-ME, ODEIEM-ME, MAS POR FAVOR NÃO ME IGNOREM.
TOUCHÉ... AQUI GANHO EU. TANTO ODEIO COMO IGNORO (A TAL CENA DA GAJA SÉRIA)...
ENFIM. CADA UM ESTIMA E CUIDA DO SEU ÓDIO DE ESTIMAÇÃO CONFORME BEM ENTENDER ( E TODOS TEMOS UM... OU MAIS...)
:)

Ana,
Podes crer. Os desabafos valem o que valem... os ódios de estimação tb. Agora concordo contigo, haja saúde. Muita. Tanto minha como para esta pessoa. Uma longa (longíssssssssssima) vida cheísssssssssima de saúde (daquela mesmo boa, boa, boa) para ter de volta tudo quanto já ofereceu ao mundo e aos outros. Haja Saúde!!!

Caro Anónimo,
Podes mesmo crer. Foi uma cena mesmo muito mal dada. Podes mesmo crer!
De todas as vezes que me lembro que já lhe podia ter dado alguma e não dei, 'tá mal. Muito mal.
Por isso, sim. Concordo contigo no significado; não no objecto.
:)


Obrigada a todos pelas visitas!!
:)

Ostra Yan-San disse...

Então e se não for ser demasiado intrometida, o que é que essa criatura te fez?

Há-de haver uma maneira de o entalar... de certezinha... ninguém tem a folha limpa nem falta de pontos fracos! Tu já arrefeceste um bocadinho para pensar nisso? :)

Me disse...

Olá ostra yan-san,
É claro que não estás a ser intrometida... Se fosse eu, também iria querer saber...
E não... não quero entalar ninguem. Não sou do tipo vingativa activa que empreende esforços para fazer alguma coisa contra alguem. Sou demasiado pacífica... Ehhh.
Posso chatear-me e barafustar, mas acabo sempre por não fazer nada. Na minha ideia da coisa, tudo acabará por se resolver...
:)

E peço desculpa, mas não vou contar o porquê. Não há blog suficientemente grande
:)

Beijos pra ti, Ostra Yan-San.
Obrigada pela visita

Ana disse...

Está na hora de um novo post... Uma menina bem falante como tu não pode ter como último e actual post, um post em que lhe sai todo o vernáculo =)
Beijinhos!

Me disse...

Oh, pá. E se falasse de amooooor? já ficava melhor como ultimo e actual post? oh, pá.

Vou ver o que se pode arranjar...
:)